Regras objetivam reduzir a circulação de pessoas nos sábados e domingos

Este vai ser o primeiro final de semana após a retomada da cogestão e a permissão de reabertura dos estabelecimentos considerados não essenciais pelo modelo de Distanciamento Controlado do Estado. E sendo assim, há algumas regras diferentes, para o sábado e o domingo, em relação ao restante da semana; e que precisam ser seguidas pelos empresários. No sistema, apesar da bandeira preta, Montenegro e região podem seguir protocolos da bandeira vermelha, mas que tiveram ligeiras alterações após a piora da pandemia.

Veja a seguir
Comércio e serviço de itens considerados não essenciais
De segunda à sexta, podem receber clientes presencialmente, mas, nos finais de semana, apenas podem funcionar com delivery, sem abrir ao público. A tele-entrega não tem restrições de horário.

Mercados
Considerados essenciais, podem funcionar de segunda a segunda das 5h às 22h.

Farmácias, clínicas médicas, postos de gasolina e demais considerados essenciais
Podem funcionar até às 20h. Após, só delivery.

Restaurantes, bares e lanchonetes
De segunda à sexta, podem receber clientes até as 18h. Após, até as 20h, ainda podem atender no “pegue e leve”; e, depois, só com delivery. Aos finais de semana, só é permitido o delivery.

Serviços de higiene e beleza
De segunda à sexta, podem receber clientes, com restrições, até as 20h. Aos finais de semana, devem permanecer fechados.

Academias
Com a alteração do protocolo, nessa semana, que tornou a atividade essencial, fica permitido o funcionamento, nos municípios com cogestão, como Montenegro, com restrição de lotação de uma pessoa para cada 32 metros quadrados de área útil de circulação. Isso, inclusive aos finais de semana, até as 20h.

Missas e cultos
Conforme decreto dessa semana, autorizadas de segunda a segunda, das 5h às 20h. Em municípios com cogestão, com lotação limite a 10% da capacidade do local ou a até 30 pessoas (o que for maior).

Deixe seu comentário