Foto: Arquivo Ibiá

Região poderá avançar na aplicação de primeira e segunda doses

Os municípios gaúchos receberam nessa quinta-feira, 29, a nova remessa de vacinas contra a Covid-19 encaminhadas pelo governo Estadual. No total, foram distribuídas 119.578 doses para a primeira aplicação (D1) de Pfizer e Coronavac e 128.344 para segunda aplicação (D2) das mesmas marcas. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), os números exatos da distribuição foram calculados proporcionalmente por cidade.

Nessa nova remessa, Montenegro recebeu um total de 1.450 doses. 294 são da Pfizer e 470 da CoronaVac, destinadas para a primeira dose; e 546 são da Pfizer e 140 da CoronaVac para o reforço. Com esse quantitativo, nesta sexta-feira, 30, os montenegrinos com idade a partir de 31 anos serão vacinados. O atendimento ocorrerá na Estação da Cultura, das 8h às 16h; e nos postos do Industrial, na rua José Luiz; e do Germano Henke, na ERS-124. Nestas duas unidades, a aplicação será feita das 8h às 12h e das 13h às 16h. Na Estação da Cultura, segue a oferta dos reforços da Coronavac/Butantan e da Oxford/Fiocruz.

Quanto aos adolescentes com comorbidades, com idades entre 12 anos e 17 anos 11 meses e 29 dias, a vacinação acontece somente no posto do bairro Santo Antônio, na rua Getúlio Vargas, das 8h às 14h.
Pareci Novo recebeu 18 doses da Pfizer e 30 da CoronaVac, destinadas para a primeira dose; e 42 da Pfizer e 10 da CoronaVac para a segunda dose. Para São José do Sul foram destinadas 12 doses da Pfizer e 20 da CoronaVac, destinadas para a D1; e 24 da Pfizer e 10 da CoronaVac para a D2.

Para Brochier foram direcionadas 12 doses da Pfizer e 40 da CoronaVac, para a primeira dose; e 60 da Pfizer e 10 da CoronaVac para a segunda dose. Desde essa quinta-feira, 29, qualquer pessoa do município com 25 anos ou mais já pode agendar sua vacinação no Posto de Saúde. Além disso, adolescentes com comorbidades também podem agendar sua imunização durante essa etapa. O número para contato é 3697-3073 ou pelo aplicativo WhatsApp através do número 9 9245-2543.

Em Maratá foram recebidas 12 doses da Pfizer e 20 da CoronaVac, destinadas para a D1; e 24 da Pfizer e 10 da CoronaVac para a D2. A Secretaria de Saúde (SMS) do município já está organizando o início da vacinação dos adolescentes entre 12 anos e 17 anos portadores de comorbidades. Os responsáveis pelos jovens devem entrar em contato pelo telefone exclusivo da vacinação contra a Covid-19 (51 996 469 454), ou procurar o Centro Municipal de Saúde para o agendamento da imunização.

Lembrando que, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – e a Secretaria Estadual de Saúde, as comorbidades consideradas neste momento são: obesidade; asma; cardiopatias congênitas com consequências sistêmicas; doenças reumatológicas com uso de medicamentos imunossupressores e hemoglobinopatia grave (doença falciforme ou talassemia maior).

Além disso, também estão recebendo a vacina aqueles com doença cardiovascular; doença neurológica crônica; diabetes; outros imunodeprimidos (doença congênita/rara /genética/autoimune, neoplasias ou outras condições que prejudiquem a resposta imunológica no momento atual (em tratamento) ou pessoa vivendo com HIV, neoplasias ou doenças hematológicas em tratamento ou que justifiquem imunossupressão).

Gestantes e puérperas
Em nota técnica, o Ministério da Saúde indicou a finalização do esquema vacinal de gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz até 45 dias) que receberam apenas uma dose da vacina AstraZeneca. De modo geral, as vacinas não são intercambiáveis – tomar a primeira dose de uma fabricante e a segunda de outra fabricante. Porém, frente à impossibilidade deste público receber a segunda dose da AstraZeneca (para aquelas que tomaram a primeira antes da suspensão da marca a elas), novos estudos mostraram eficácia e segurança em completar o esquema vacinal com o imunizante da Pfizer. A nota ainda diz que, na falta da Pfizer, também poderá ser usada Coronavac.

Deixe seu comentário