Com alta de casos de Covid-19 e grande ocupação de leitos hospitalares, o governador Eduardo Leite deve se pronunciar oficialmente até amanhã quanto a manutenção da Bandeira Preta no Rio Grande do Sul. As restrições vão valer por, pelo menos, mais uma semana após o prazo original, que termina no domingo, dia 7. A informação foi confirmada ao Jornal Ibiá pela Secretaria de Comunicação do Governo.

Também tende a ser mantida a suspensão da cogestão, que permitia que municípios colocassem em prática medidas mais flexíveis do que as da bandeira vigente. O Gabinete de Crise, porém, não desconsidera eventual alteração de protocolo para algumas atividades; que, se vierem, serão anunciadas nos próximos dias.

Deixe seu comentário