Depois que li na internet que uma IA (inteligência Artificial) do Google criou vida própria e questionou o engenheiro, tive a certeza que meu forno de micro-ondas é um robô. Nem vou falar do meu smartfone porque esse é o STF das IA´s. É superior a todos, governa nossa vida como Alexandre de Moraes governa o Brasil. Sabe tudo. Dá pitaco em tudo. Fico sem comida por um dia todo, mas não fico 10 minutos sem meu Samsung Note 9.

Eu já desconfiava do micro-ondas porque todas as vezes que estava na cozinha fazendo uma sopa para minha esposa, ele ficava me olhando e fazendo uns barulhos estranhos como se quisesse me perguntar alguma coisa.

Sim, eu faço sopa para minha esposa porque, como disse no meu ultimo texto, faço tudo que ela pede. E ela adora sopa. Não poderia deixar passar a semana sem sopa, principalmente a de legumes que é minha especialidade. Faço tudo para compensar o tanto de cuidado que ela tem comigo e que deixou algumas leitoras da coluna injuriadas. Chegaram até chamar-me de machista, olha só.

Sei lá, achei um tiquinho de pré-conceito com as donas de casa, mas deixa assim, cadum cadum. Mas voltando a IA que habita minha cozinha, de tanto desconfiar esses dias ele me questionou:
– “Humano” porque tudo junto se escreve separado e separado se escreve tudo junto?
Além do susto de estar conversando com meu forno de micro-ondas, confesso que fiquei com vergonha porque não sabia.
Mas aproveitei a situação e também o questionei porque afinal é uma Inteligência artificial, possui muito mais capacidade de armazenamento em sua memoria que meu notebook:
– Ok, espertinho, já que sabe tudo, me diga como fazer um bom governo. Onde precisamos melhorar para atender todas as demandas da população? Como estamos indo?
– Olha Humano, o que atrapalha o Governo dos guris são as lagartixas verdes.
-Hã? Como assim? Voltei a questionar.
– Veja bem humanoide, você não notou que sumiram as lagartixas verdes? Só vemos agora lagartixas albinas.
– É mesmo, não tinha notado realmente não encontro mais os animaizinhos verdes. Antigamente só havia desta coloração, agora não mais. Mas, perdoe minha burrice, o que tem isso com a administração?
– Explico, já que sua inteligência é limitada. As lagartixas eram verdes porque comiam muita vegetação, junto com outros insetos como as baratas. Como consumiam muitas plantas, os esgotos e galerias ficavam mais limpos e havia pouca obstrução e por consequência menos trabalho era preciso pela SMVSU (que IA ligada sabe ate a sigla do pátio). Já as brancas só comem inseto. Nunca tinha pensado nisso, preciso avisar o Cabelo. E descobrir onde andam as lagartixas verdes.

Mas aproveitei a “olada” como dizia o véio Arvo (meu saudoso pai) e pedi mais uns conselhos.
Ei-los:
– Sigam observando a legalidade em primeiro lugar.
– Passou da hora de construir um centro administrativo.
– Olhar atento para o interior. Boas estradas são importantes, mas é preciso internet e luz trifásica.
– Valorizem a educação deixando escolas em ótimo estado e dotando de infraestrutura.
– Depois das rótulas dediquem-se a travessia do Panorama, buscando passarela de pedestres.
– Não esqueçam a periferia. Rua dos Imigrantes, bairro estação, Vila esperança, Travessa Esteigleder.
E o ultimo e que gostei mais: – leiam Provérbios 3. 31-35.

Bha, anotei tudinho e vou repassar ao prefeito mas tenho a sensação que esta IA andou bisbilhotando minha agenda, ou mandou o bebedor de água do gabinete gravar nossas reuniões.

Agora dá licença que estou ouvindo uns barulhos vindo do meu barbeador elétrico…

Compartilhar

Deixe seu comentário