Manifestações religiosas irão ocorrer pela manhã e pela tarde em Montenegro e nas cidades da região. FOTO: Arquivo/Jornal Ibiá

A celebração, que acontece sempre 60 dias após o Domingo de Páscoa, ocorre amanhã, dia 20. A data comemora o mistério da eucaristia e o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo.

Tradicionalmente neste dia as comunidades católicas enfeitam as ruas com tapetes realizados com diferentes materiais, em sua maioria representando símbolos e mensagens religiosas. Em Montenegro, a Catedral São João Batista, no Centro, e a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, na Timbaúva, têm uma programação.

Na Catedral, os tapetes serão confeccionados desde cedo, com a ajuda de grupos e comunidades da Paróquia. A missa será as 9h da manhã, presidida pelo bispo Dom Carlos Romulo. Depois da celebração ocorrerá a procissão, em que a comunidade poderá apreciar os tapetes e orar em comunhão.
A procissão sai pela rua Olavo Bilac até a rua Ramiro Bacelos, depois todos caminharão até a rua Osvaldo Aranha e voltarão, até a catedral, pela rua Coronel Antônio Inácio.

Na Timbaúva, a confecção dos tapetes também será logo cedo, a partir das 6h. De acordo com o pároco Pe. Ricardo Nienov, serão vários grupos envolvidos, com espaços determinados. “Mas também os grupos vão se ajudando uns aos outros, em vista de uma ideia de comunidade”, relata o padre. A missa também terá início às 9h, e a procissão é logo em seguida.

Atividades religiosas também ocorrem pela região
Corpus Christi também será celebrado nas cidades da região. Em São José do Sul, na capela São Francisco de Salles, haverá procissão seguida de missa, a partir das 8h. A procissão ocorrerá no entorno do pátio da igreja, com a montagem de tapetes pelos fiéis. Também pela manhã, mas às 10h, haverá procissão e missa na igreja matriz de Pareci Novo, com tapetes em frente ao templo.

Os católicos de Brochier demonstrarão sua fé à tarde, bem como os de Maratá. Ambas as comunidades terão missa às 15h seguidas de procissões. Em Brochier, os tapetes serão montados em frente à igreja e os fiéis sairão em procissão onde passarão pela Câmara de Vereadores e pelo Hospital São João antes de retornarem ao templo. Em cada ponto haverá uma mesa representando temas religiosos.

Em Maratá, a procissão sairá da rua Padre Bernardo Rech, e passará pela avenida Irmãos Ko Freitag e pela rua Erci Pohren até chegar na rua Teodoro Schrammel, que estará enfeitada com os tradicionais tapetes com símbolos religiosos.

Deixe seu comentário