Estimados irmãos e irmãs, estamos vivendo o quarto Domingo do Advento. Estamos nas vésperas do Santo Natal do Senhor e, assim, o Evangelho (Lc 1, 26-38) nos coloca diante do mistério da Encarnação. Na verdade este é o grande mistério que celebramos no Natal, como nos ensina o Creio Niceno-constantinopolitano: “Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus. E se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. E se fez homem”. Cremos que o Deus eterno se fez homem no seio da Virgem Maria. Diante de tão grande mistério, nos cabe apenas adorar.
Mas este mistério nos é agora manifestado (Cf. Rm 16, 25-27 na segunda leitura), pois o anjo anunciou a Maria que ele conceberia e daria a luz um filho, a quem poria o nome de Jesus. Este menino é da descendência de Davi, cumprindo assim a profecia de Samuel (2Sm 7, 1-5. 8b-12. 14ª. 16 na primeira leitura). Jesus é o Emanuel, o Deus conosco. Este é o impossível que Deus pode fazer: Mesmo “Sendo ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens” (Fl 2, 6). O Deus forte assume nossa fraqueza, o eterno o temporal, a glória a simplicidade, tudo isto por amor e para nossa salvação.
O impossível que escutamos no evangelho não é apenas Maria ter engravidado de um modo milagroso, mas, mais do que isto, é Deus se fazer homem. E isto foi possível porque Maria disse ‘sim’: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!”. E a palavra se fez carne nela (Cf.Jo 1, 14). Por isso, o prefácio deste Domingo proclama: “Nós vos louvamos, bendizemos e glorificamos pelo mistério da virgem Maria, mãe de Deus. Do antigo adversário nos veio a desgraça, mas do seio virginal da Filha de Sião germinou aquele que nos alimenta com o pão do céu e garante para todo o gênero humano a salvação e a paz”. De Maria, sempre virgem, foi concebido o Senhor (encarnou-se) e logo mais, no Santo Natal, vamos celebrar seu nascimento. Ó Deus menino, abençoai-nos!
Pe. João Vítor Freitas dos Santos

PROGRAMAÇÃO
18.12.2020 – Sexta-feira
18h30 –Missa na Catedralcom confissões*
19.12.2020 – Sábado
15h30min – Missa na Comunidade Nª Sra. do Rosário
16h – Missa na Comunidade Pinheiros com confissões
17h – Missa na Catedral*
17h – Confissões Comunidade Nª Sra. dos Navegantes
19h – Missa Comunidade Santo Antônio
19h – Missa na Comunidade Imaculado Coração de Maria
20.12.2020 – Domingo
7h- Missa na Catedral
8h30min – missa na Comunidade Bom Pastor com confissões
9h- Missa na Catedral **
10h – Missa na Comunidade Nª Sra. das Graças com confissões
18h- Missa na Catedral
21.12.2020 –Segunda-feira
20h –Concerto de Natal na Catedral*
20h – Terço na Comunidade Nª Srª das Graças**
22.12.2020 – Terça-feira
18h30min – Missa na Catedral com confissões*
23.12.2020 – Quarta-feira
18h30min – Missa na Catedralcom confissões *
24.12.2020 – Quinta-feira – Véspera de Natal
15h30min – Missa de NatalComunidade Pinheiros
17h- Missa de Natal Comunidade Navegantes
17h- Missa de NatalComunidade Rosário
17h- Missa de NatalComunidade Espírito Santo
18h30min- Missa de NatalComunidade Santo Antônio
18h30min- Missa de NatalCatedral*
18h30min- Missa de NatalComunidade Imaculado Coração de Maria
20h- Missa de NatalComunidade Aparecida
20h- Missa de NatalComunidade São José do Maratá
20h- Missa de NatalComunidade Santos Reis
25.12.2020 – Sexta-feira – Natal
7h- Missa de Natal Catedral
8h30min- Missa de Natal Comunidade Bom Pastor
8h30min- Missa de Natal Comunidade Santo Alberto Magno
9h- Missa de Natal Catedral** 10h- Missa de Natal Comunidade Graças
10h- Missa de Natal Comunidade Perpétuo Socorro
18h30min- Missa de Natal Catedral
*com transmissão AO VIVO via Facebook da paróquia;
** transmissão pela rádio América Am 1270 e YOUTUBE – Catedral São João Batista – Montenegro/RS).

LEMBRETES:
As missas são presenciais com capacidade reduzida (30% da capacidade de lotação da Igreja).
Manter o distanciamento na igreja;
Estar durante a missa com Máscara;
Higienizar as mãos na entrada com álcool gel.

Deixe seu comentário