A Festa da “Apresentação do Senhor” coincide com a celebração do Dia da Vida Consagrada. Neste domingo, dia 2, também celebramos Nossa Senhora da Purificação, Nossa Senhora dos Navegantes e, na segunda, dia 3, lembramos São Brás, protetor dos males da garganta. Ao olhar para o mistério da consagração, os consagrados são convidados a revisitar os fundamentos da sua consagração, vivida no seguimento de Jesus, por amor do Reino.
Poderíamos dizer que se celebra hoje em toda a Igreja um singular “ofertório”, no qual os homens e as mulheres consagradas renovam espiritualmente o dom de si. Agindo desta forma, ajudam as comunidades eclesiais a crescer na dimensão oblativa que as constitui intimamente, as edifica e as estimula a testemunhar Jesus pelos caminhos do mundo.
A “apresentação do Senhor” no Templo de Jerusalém revela que, desde o início da sua caminhada entre os homens, Jesus escolheu um caminho de total fidelidade aos mandamentos e aos projetos do Pai. Ao oferecer-Se a Deus em doação, ao ser “consagrado” ao Pai, Jesus manifesta a sua disponibilidade para cumprir fiel e incondicionalmente o plano salvador do Pai até às últimas consequências, até ao dom total da própria vida em favor dos homens.
Que valor e que importância tem na sua vida o projeto de Deus? Procuram identificar a vontade de Deus e com ela conformar a sua vida, em total doação e entrega, ou deixam que sejam os seus projetos e esquemas pessoais a ditar as suas opções e as coordenadas da sua vida? Jesus é-nos apresentado, neste texto, como “a salvação colocada ao alcance de todos os povos”, a “luz para se revelar às nações e a glória de Israel”, o messias com uma proposta de libertação para todos os homens.
Se tantos homens ignoram a “luz” libertadora que Jesus veio acender ou não se sentem interpelados pelo projeto de Jesus, a culpa não será, um pouco, de um certo imobilismo e instalação, de algum “cinzentismo” na vivência da fé, da forma pouco entusiasta como é testemunhada na Vida Consagrada?
A Vida Consagrada é chamada a refletir de maneira particular a luz de Cristo. Olhando as pessoas consagradas, que procuram viver ao estilo das bem-aventuranças, os homens e mulheres do nosso tempo têm de ser o “fermento” de esperança para a humanidade, o “sal” que dá sabor ao mundo, uma “luz” que se acende na escuridão do mundo e que indica caminhos de verdade e de liberdade, a “porta” entreaberta para o Reino de Deus e para os “novos céus e a nova terra” que Deus quer apresentar à humanidade.
É preciso que os consagrados sejam luz e conforto para cada pessoa, velas acesas que ardem com o próprio amor de Cristo, luz que ilumina as sombras do mundo e que profeticamente anuncia a aurora de uma nova realidade.

PROGRAMAÇÃO
31.01.2020 -Sexta-feira
18h30 – Missa na Catedral
01.02.2020- Sábado
15h30 – Missa na Comunidade N. Senhora do Rosárioc/Bênção de São Brás
16h – Missa na Comunidade de Pinheiros c/Bênção de São Brás
16h – Procissão da Comunidade Nsa. Sra. dos Navegantes, até a Catedral
17h – Missa na Catedral c/Bênção de São Brás e acolhida da imagem de Nsa. Sra. dos Navegantes
19h – Missa na Comunidade Imaculado Coração de Maria c/Bênção de São Brás
19h – Missa na Comunidade Santo Antônio c/Bênção de São Brás
02.02.2020- Domingo
7h – Missa na Catedral c/Bênção de São Brás
8h15 – Procissão com a imagem de Nsa. Sra. dos Navegantes até o cais do porto e, após, até a Comunidade
8h30 – Missa na Comunidade Bom Pastor c/Bênção de São Brás
09h – Missa na Catedral c/Bênção de São Brás
10h – Missa na Comunidade Nsa. Sra. das Graças c/Bênção de São Brás
10h – Missa Festiva na Comunidade Nsa. Sra. dos Navegantes c/Bênção de São Brás. Após, almoço e festejos
19h – Missa na Catedral c/Bênção de São Brás
04.02.2020- Terça-feira
18h30 – Missa na Catedral com bênção da saúde
05.02.2020 – Quarta-feira
18h30 – Missa na Catedral
06.02.2020 – Quinta-feira
18h30- Missa na Catedral

BÊNÇÃO DE SÃO BRÁS E DAS VELAS – Dias 1º e 2, em todas as missas, teremos a bênção de São Brás (garganta) e das velas. Pedimos que traga suas velas para abençoar.
FESTA DE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES
Dia 2/2, na comunidade Nossa Senhora dos Navegantes, Porto dos Pereira:
10h – missa; Meio-dia: almoço (cartões no valor de R$30,00); à tarde: reunião dançante com os Seresteiros e João Leone e Everaldo

Deixe seu comentário