Se aproximam as grandes festas do fim de ano, especialmente a grande celebração de Natal. Noite feliz de desejar a paz, alegria e felicidade aos que convivem ao nosso redor. Porém, nota-se que a festa natalina está perdendo seu espírito cristão, tornando-se novamente uma festa pagã, como nos seus primórdios, deixando a essência e assumindo as coisas periféricas como centrais desta solenidade.
O coro dos anjos entoa: “Glória a Deus nos altos céus, e paz na terra aos homens de boa vontade”. Que glória é essa? Quando falamos neste termo, logo imaginamos algo pomposo, extraordinário, vencedor aos olhos humanos, contudo, o que encontramos na humilde manjedoura de Belém? Como é possível cantar a Deus glórias por alguém que aparece pobre, solitário, abandonando, numa cama de feno, rodeado por animais e pastores “execráveis”? Por tudo isso, afirmamos: que Deus difícil de encontrar, ou que divindade difícil de ser compreendida.
Aos dizermos “paz na terra aos homens de boa vontade”, não é algo teórico, superficial, mas é uma realidade que nasce no silêncio do presépio, o amor despojado do pobre menino, que enviado por Deus vem trazer à paz para todos, mas tão somente os de boa vontade, os de coração sincero humilde, são capazes de O reconhecer. A paz não será resultado da violência, da guerra, do poder, da imposição. A paz só será possível em corações dóceis, acolhedores da vida, os quais enxergam no outro a presença de Deus. Por isso, afirmamos: um Deus difícil de encontrar.
Portanto, o Natal não é uma memória apenas. Fazemos memorial de um Deus que continua pedindo asilo em nossas casas, continua pedindo um coração para amar e continua a se encarnar em tantos rostos desfigurados, pobres, mas também em corações movidos pela infinita misericórdia divina.
A glória de Deus está na humilhação do presépio. A paz na terra está no coração dos que promovem o bem. O Natal acontece quando Deus tem lugar em nossas vidas.
Feliz e abençoado Natal a todos!!
Pe. Ricardo Nienov – Pároco

PROGRAMAÇÃO:

20/12 – 10h – celebração no hospital UNIMED; 19h – missa na associação do bairro Municipal; 9h30 – missa no bairro Estação
21/12 – 19h30 – missa na comunidade Santa Rita
22/12 – 8h – ensaio de cantos aberto à comunidade – Prof. Adriano; 18h – missa na comunidade N. Sra. Aparecida – Assentamento; 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo c/ bênção da imagem do Menino Jesus
23/12 – 8h30 missa na comunidade São Pedro e São Paulo c/ bênção da imagem do Menino Jesus; 10h – missa na comunidade Menino Jesus de Praga c/ rito da luz e entrega da Lei e bênção da imagem do Menino Jesus; 10h – missa na comunidade Santo Antônio c/ bênção da imagem do Menino Jesus; 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo c/ bênção da imagem do Menino Jesus;
24/12 – 16h – missa de Natal na comunidade N. Sra. Aparecida – Muda Boi – no terreno da futura igreja; 19h – missa de Natal na comunidade Santo Antônio – Aeroclube; 19h30 – missa de Natal na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
25/12 – 8h30 – missa de Natal na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva; 10h – missa de Natal na comunidade São Pedro – Potreiro Grande; 10h – missa de Natal na comunidade N. Sra. da Glória – Germano Henke; 19h30 – missa de Natal na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
26/12 – 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo
CONCERTO DE NATAL – neste domingo, às 20h30, logo após a missa, na igreja São Pedro e São Paulo. Um grande momento de fé, religiosidade e de arte.sinta-se convidado!!

Deixe seu comentário