Dentro do nosso calendário, chegamos ao final de ano e com ele as variadas festividades. Por isso, torna-se uma semana bastante agitada, correria, ao mesmo tempo de viagens ou recesso de férias.
Contudo, a Igreja nos reserva festas temáticas ligadas à liturgia, por exemplo, festa da Sagrada Família no final de semana e a solenidade de Maria Mãe de Deus, no dia 1º de janeiro. Mesmo em meio às festividades, não podemos perder o vínculo com a comunidade e a nossa fé, celebrando tudo isso em sintonia com a grande festa do Natal, o qual gera muito mais situações do que simplesmente o nascimento do Menino Deus.
Na liturgia dominical meditaremos a Sagrada Família, Jesus, Maria e José, família exemplar e espelho para qualquer família humana. Ela se torna um verdadeiro ícone para qualquer realidade familiar e, tão somente a partir desta, que é possível assumir com serenidade e coragem os desafios familiares de cada época.
Sabemos o quanto a família é uma instituição querida e amada por Deus, ao ponto D’Ele escolher esse caminho para se encarnar na história humana. Logo, deve ser para cada ser humano uma realidade a ser cuidada e zelada pelo seu bom andamento, como espaço de viver o amor e a caridade, não importando a idade ou a correspondência, mas sim ao enxergar no outro a imagem e semelhança de Deus.
O Natal nos ensina que é preciso viver a família, pois Deus formou uma para si também. Com a colaboração de José e Maria, Deus encontra um lar que o acolhe, que cuida e o ama, na simplicidade, na pobreza, na ternura e, sobretudo, na vivência da fé sincera e confiante no Senhor.
Talvez seja essa uma das realidades que devam ser resgatadas nas famílias hodiernas, ou seja, a experiência da fé como caminho de aprendizado a cuidar da vida, honrar os mais idosos, descobrir em cada rosto do irmão a presença do Senhor. As famílias de hoje vivem com muitas coisas, mas muitas vezes falta a dimensão do amor divino nas relações, como que fazendo com a vida humana seja apenas uma realidade terrena, sem ligação alguma com as coisas de Deus.
Que a Sagrada Família de Nazaré interceda por todas as famílias a fim de encontrarem sempre mais coragem e força a fim de enfrentar os desafios diários que se apresentam.

Pe. Ricardo Nienov – Pároco

PROGRAMAÇÃO:
27/12 – 19h – missa na associação do bairro Municipal
28/12 – 16h – missa na casa de Amparo “Mão de Deus”
20h – missa na comunidade N. Sra. Aparecida – Muda Boi
29/12 – 8h – ensaio de cantos aberto a toda a comunidade – Prof. Adriano
17h – missa na comunidade São Pedro – Potreiro Grande c/ batizados
19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
30/12 – 8h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
10h – missa na comunidade Santo Antônio – Aeroclube
31/12 – 19h30 – missa de final de ano na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
01/01 – 19h30 – missa de inicio de ano na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
02/01 – 19h30 – missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva
LANÇAMENTO DO SEXAGENÁRIO – neste domingo, dia 30, a paróquia estará celebrando 59 anos de história. Por isso, faremos na missa o lançamento do sexagenário que será em 2019. Abaixo os detalhes:
Data: 30 de dezembro, domingo às 19h30
Local: na comunidade Sagrado Coração de Jesus – Tanac
OBS: trazer um prato de doce ou salgado para partilhar após a missa. Haverá refrigente e água para ser vendida

Deixe seu comentário