Neste próximo fim de semana celebramos duas datas que fazem com que apontemos nosso olhar para o fim da história humana, sem, contudo ser o final da existência. Finados, memória de todos os fieis defuntos, remete ao mistério que envolve a vida humana, a qual tem seu ápice na morte. Já a solenidade de todos os santos nos convida a contemplarmos a vocação universal de todos os batizados, isto é, a santidade.
Olhando para finados lembramos de uma data em que muitas pessoas fazem a experiência da dor, provocada pela saudade, a nostalgia, as lembranças que marcaram a história do ente querido. O que esta memória deve nos trazer é a certeza que a morte é um acontecimento natural, sendo inerente à vida humana, contudo, não como fim trágico, mas passagem à eternidade, a realidade junto de Deus que dá o autêntica sentido à existência. A grande crise de muitos é tornar a experiência humana algo apenas imanente, ou seja, terreno, sem abertura para o além, o eterno em Deus, o Criador. Deste modo, o morrer se torna um peso e um jugo difícil de carregar.
Junto a esta memória, a Igreja celebra a solenidade de todos os santos, na qual em um só momento celebra os méritos de todos os santos. Quem são eles? Quantos são? A festa não visa números, mas nos chama a olharmos a verdadeira e primeira vocação cristã, comum a todos, recebida pelo batismo. O papa João Paulo II dizia que ao pedir o batismo está se dizendo: “eu quero ser santo”. Esta compreensão afirma que a vida do cristão, assumida e adotada pelo pai em Cristo, é um convite a vivermos a santidade, com a certeza e a esperança de que o bem realizado não será recompensado na terra, mas tão somente no céu. A santidade é um ávida envolta pela graça do evangelho, como vivência plena do amor a Deus e aos irmãos.
Deste modo, a Igreja nos convida a celebrarmos tudo isto não na tristeza e menos ainda no desespero, mas na certeza de que o fim da história não está na morte, mas na vida, em Cristo ressuscitado. Viver em Cristo não é viver para morrer, mas experimentar a morte como condição para a vida eterna.
Paróquia Sagrado Coração de Jesus

PROGRAMAÇÃO

01/11 – 16h – Encontro do AO.
17h – Adoração ao santíssimo.
18h – Missa da 1ª sexta-feira do mês.
02/11 – 9h30 – Missa de finados no cemitério de Muda Boi.
15h30 – Missa de finados na com. do Passo da Amora.
17h – Missa de finados na com. São Pedro – Potreiro Grande.
19h – Missa de finados na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva.
03/11 – 8h30 – Missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva.
10h – Missa na comunidade Santo Antônio – Aeroclube.
10h – Missa na comunidade N. Sra. Da Glória – Germano Henke c/ batizados.
19h – Missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva.
04/11 – 17h30 – Liturgia do fim de semana.
05/11 – 14h30 – Reunião da pastoral da saúde.
19h – Missa na comunidade da Tanac.
19h30 – Formação litúrgica na comunidade dos Trilhos.
06/11 – 19h30 – Missa na comunidade São Pedro e São Paulo – Timbaúva.
07/11 – 19h30 – Missa na comunidade do bairro Cinco de Maio.

Deixe seu comentário