A troca de farpas entre os vereadores não para. Quinta-feira, Valdeci Alves de Castro (PSB) fez nova representação contra Joel Fabiano Kerber (Progressistas) ao Conselho de Ética da Câmara. A base é uma manifestação feita por Joel no dia 27 de junho. Durante uma discussão, o parlamentar afirmou que o colega respondia a um processo na Justiça por “causa daquele veículo que foi trazido de outra cidade”. Como não explicou do que se tratava, ficou a impressão de que Valdeci está envolvido em algum tipo de crime.

Perdido
Não é nada disso. Mais perdido que cebola em salada de frutas, Kerber estava tentando – e não conseguiu – se referir a uma sindicância em andamento na Prefeitura. Durante o período em que Valdeci trabalhou no governo, a Prefeitura encaminhou para manutenção uma escavadeira hidráulica, sem orçamento e sem empenho, o que dificultou o pagamento do serviço e o resgate da máquina. A apuração dos fatos começou em março e ainda não foram apontadas responsabilidades. A forma como Joel se expressou, sugerindo que o colega responde a processo por algo que ainda está em fase de apuração, foi, no mínimo, inconseqüente e merece um puxão de orelha.

Cinco denúncias
Esta foi a quinta representação que o Conselho de Ética recebeu em pouco mais de um mês. Primeiro, foram duas contra Valdeci, por sugerir que homens sem coragem devem usar vestidos e por dizer que a Prefeitura está realizando serviços “perna de anão”, como sinônimo de obras mal feitas. Depois, a partir de uma gravação divulgada por Valdeci, Joel se tornou alvo de outras duas denúncias de moradores da Vila Esperança. No áudio, ele afirma que pessoas daquela comunidade roubaram material que a Prefeitura colocou nas ruas para tapar buracos.

Na espera
Chama a atenção o fato de até, agora, o Conselho não ter se reunido para resolver estes problemas. O presidente Neri de Mello Pena (PTB) deveria convocar logo o grupo e tomar providências, até mesmo para virar esta página vergonhosa da história do legislativo.

Brincadeira
Toda essa zoeira depõe contra a imagem da Câmara e, indiretamente, prejudica os dez vereadores. Perante a comunidade, fica parecendo que a Usina Maurício Cardoso não passa de um jardim da infância com crianças mimadas e birrentas. Tem gente merecendo umas palmadas.

Banheiros
A previsão de entrega era fevereiro, mas ainda não estão prontos os novos banheiros do Parque Centenário, nas imediações da área de rodeios. Orçado em R$ 71 mil, o projeto não é um colosso de engenharia e nem uma obra-prima de arquitetura. Na verdade, são cerca de 60 metros quadrados de uma edificação bastante simples. Nada explica essa demora toda. Haja moita.

Biblioteca Pública
A previsão para o fim da obra da Biblioteca Pública também não foi alcançada. Passou o fim de junho e a não entrega foi justificada pela necessidade de “alguns pequenos detalhes”. Depois, ainda vem toda a espera pela execução do PPCI que, costumeiramente, demora a sair. Parece que tudo está bem encaminhado? Sim, relativamente. Mas já são tantas idas, vindas e “revindas” na reforma desse prédio, que qualquer percalço deixa a todos em alerta.

R$ 50 mil por mês
Demorou, mas finalmente a Câmara recebeu o estudo sobre o impacto financeiras das alterações que a Administração Municipal pretende fazer no plano de carreira dos servidores. De acordo com o material, a despesa mensal com a folha deve ficar em quase R$ 50 mil. Pode parecer pouco num primeiro momento, mas considerando que, para 2020, há uma previsão de queda nos repasses de ICMS da ordem de R$ 500 mil, este valor pode fazer uma grande diferença.

Números – O assunto será discutido na manhã desta terça-feira, em reunião da Comissão Geral de Pareceres. Os vereadores querem ter certeza de que os números estão corretos. Até porque, em 2015, quando o novo plano de carreira foi aprovado, a previsão era de que as despesas com pessoal aumentariam R$ 300 mil por mês e subiram quatro vezes isso. Como gato escaldado tem medo de água fria, todo cuidado é pouco.

RAPIDINHAS
Fechado há quase 15 anos, a entrega do Ginásio Domingão também está com o prazo chegando ao fim. Após a prorrogação, a nova data é 25 de julho. Será que essa entrega ocorrerá sem atrasos?

Na última semana, a Prefeitura anunciou o reparo das estradas de Bom Jardim e Serra Velha. Parece que o protesto dos agricultores está surtindo efeito. Mas ainda falta muito.

A Câmara dos Deputados deve votar reforma da Previdência em segundo turno no dia 6 de agosto, assim que recomeçar o semestre legislativo.

Deixe seu comentário