Faltando poucos dias para 2021 acabar é inevitável olhar para trás e fazer uma avaliação de tudo o que aconteceu no meu primeiro ano de mandato. No dia 2 de janeiro, quando me tornei oficialmente vereador de Montenegro, assumi o compromisso de representar os anseios da população montenegrina e trabalhar pelo desenvolvimento da minha cidade.

Muitos ainda se questionam sobre a verdadeira função do vereador. O vereador é um agente político dentro do Poder Legislativo. Fomos eleitos para representar a comunidade, fiscalizar as obras e os gastos do executivo, apresentar projetos relevantes que melhorem a qualidade de vida das pessoas e a legislação. Basicamente possuímos quatro principais atribuições: representar os eleitores e a comunidade, legislar em defesa do bem comum, fiscalizar a aplicação do dinheiro público e assessorar com indicações ao prefeito e secretários municipais.

Neste meu primeiro ano de mandato, protocolei cerca de 80 indicações de projetos de lei e ações ao executivo, mais de 40 requerimentos e mais de 130 pedidos de providências para o conserto e manutenção de praças e espaços públicos, limpeza das ruas, instalação de sinalizações de trânsito, iluminação pública e tantas outras melhorias no município.

Tive o projeto de lei de minha autoria aprovado que prevê o alinhamento e retirada de fios em desuso e desordenados existentes em postes de energia elétrica.

Fui o propositor da criação da Lei de Liberdade Econômica, projeto que beneficia a abertura de novos e pequenos empreendimentos.

Criei a lei “Empresa Amiga do Esporte e do Lazer”, que tem como finalidade estimular a iniciativa privada a contribuir em benefício do esporte, por meio de doações de materiais, manutenção de equipamento, reforma e ampliação de locais de atividades físicas e lazer.

Outra grande conquista que tivemos neste ano foi a criação das chamadas “emendas impositivas” que possibilitou que cada vereador apontasse R$ 248.200,00 para a aplicação de recursos do Orçamento Municipal em obras na cidade. Metade do valor, ou seja, R$ 124.100,00 destinei para a aquisição de um veículo para a remoção de pacientes na área da saúde. Além disso, repassei o valor de R$ 70.100,00 para a reforma das quadras de esportes municipais e R$ 50.100,00 para a castração de animais de rua.

A causa animal foi uma das bandeiras que mais defendi neste primeiro ano. Foi o meu compromisso com todas as entidades protetoras dos animais de Montenegro. Ao longo deste ano, trabalhei fortemente para a criação de uma diretoria de bem-estar animal, que deve ser implantada no ano que vem. Também busquei uma emenda parlamentar de R$ 100.000,00, destinada pelo gabinete do Deputado Federal Jerônimo Goergen, exclusivamente para as castrações. Fui a favor do Projeto de Lei que proibirá a circulação de carroças na nossa cidade.

Além disso, neste ano realizei diversas reuniões na Câmara de Vereadores para tratar sobre assuntos de interesse da população nas mais diversas áreas. Um dos temas importantes e debatidos nesta casa legislativa foi em relação à reativação da incubadora empresarial na Timbaúva. Conseguimos, depois de anos, aprovar uma contrapartida da iniciativa privada para a reforma do prédio, o qual muito em breve poderá receber novos empreendimentos.

Foi um ano intenso e de muito trabalho. Há muita coisa a ser feita. Em breve entraremos em recesso parlamentar. Este período servirá para avaliar o trabalho e planejar as ações para o próximo ano.
Contem sempre comigo para uma cidade melhor!

Deixe seu comentário