A educação é fundamental para o desenvolvimento do ser humano. A educação na vida de uma pessoa vai refletir em diferentes âmbitos dentro de uma sociedade: em sua capacidade de se relacionar com as pessoas, com suas emoções, decisões, atitudes, e até mesmo, em suas satisfações pessoais e profissionais.

Nas minhas promessas de campanha, me comprometi a trabalhar pela qualidade de ensino das nossas escolas, nas mais diversas áreas. Penso que é dentro de uma escola que formamos os futuros cidadãos e profissionais da nossa cidade. Esses mesmos cidadãos que serão os responsáveis pelo desenvolvimento social e crescimento econômico do município daqui alguns anos.

Durante o período de aprendizado na escola, a criança é preparada para ser um cidadão ético e um profissional competente. Se ela tem isso desde a base, vai longe e será um grande profissional e um cidadão de bem.

Neste sentido, protocolei na Câmara de Vereadores de Montenegro dois pedidos de indicação para a Administração Municipal, visando a qualificação das nossas crianças, para que elas possam aprender sobre diversos temas ao longo da sua formação.

Um deles é que seja realizado um estudo para a criação do Projeto de Lei que institui o Programa “Educação no Trânsito” nas Escolas de Rede Pública do Município.

O Programa visa estimular nos alunos alguns hábitos e comportamentos seguros em relação ao trânsito, transformando o conhecimento em ação, por meio de observação, vivências e situações encontradas no seu cotidiano, bem como a interpretação crítica do mundo onde vivem.

Ainda, que a educação para o trânsito se dá em um processo contínuo de construção de conceitos e valores, para o exercício da cidadania, sendo que é na escola que se conscientiza a criança, criando nela valores como companheirismo, cooperação, tolerância, comprometimento, solidariedade e responsabilidade.

Desta forma, não há dúvidas da importância da criação do Programa de Educação no Trânsito, abrangente e atuante e, principalmente, permanente e sem interferência política e/ou ideológica.

O outro pedido de indicação diz respeito à criação de um Projeto de Lei que dispõe sobre a inclusão da temática “Educação Ambiental” no conteúdo programático das escolas municipais.

O Projeto Educação Ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal. Desta forma, através da educação ambiental, os alunos poderão construir valores sociais, conhecimentos, habilidades e atitudes voltadas para a conservação do meio ambiente.
É desta forma que formaremos uma geração cada vez mais ativa e responsável.

Deixe seu comentário