O mês de novembro será repleto de reuniões importantes na Câmara de Vereadores de Montenegro. Os encontros são oriundos dos requerimentos de reunião encaminhados pelo meu gabinete e que irão abordar sobre temas de interesse da comunidade. Ao todo serão realizadas cinco reuniões, dentre os assuntos estão: a redução dos horários no transporte público oferecidos pela empresa Vimsa, as condições de tráfego e segurança na rótula da Comauto, o projeto de restauração do antigo prédio da Aripê, a reabertura do restaurante do Parque Centenário e as condições de moradia no Residencial Cinco de Maio.

O primeiro encontro aconteceu na manhã de ontem.Abordamos sobre a redução dos horários nos itinerários dos ônibus intermunicipais da Vimsa. A insatisfação da comunidade montenegrina em relação ao transporte coletivo de ônibus é muito grande. Devido à pandemia, a empresa teve de reduzir diversos horários, porém, com a retomada do “novo normal”, os horários não foram ajustados. A empresa disse não ter uma previsão para retomar o serviço. Uma das justificativas é a baixa procura de passageiros que fazem o uso do transporte público.

Outro assunto que vem preocupando os montenegrinos são as condições de tráfego na rótula que liga a RSC-287, a ERS-240, a BR-470 e a Rua Buarque de Macedo, uma das principais vias de acesso à cidade. A falta de segurança no local vem causando apreensão para quem precisa, todos os dias, cruzar pela rodovia, tanto motoristas como pedestres. Por isso, na próxima quarta-feira, 17, estaremos realizando uma reunião na Câmara para encontrar uma solução ao problema. O encontro deve contar com a presença do Poder Executivo, Quinto Batalhão de Polícia Militar, CRPO Vale do Caí, Polícia Rodoviária Estaduale Federal.

Desde o início do meu mandato enxerguei um potencial turístico muito grande para o antigo prédio onde abrigava a empresa Aripê, localizado na orla do Cais do Porto das Laranjeiras. A minha ideia é que o município firme uma parceria público-privada para colocar o projeto de restauração do prédio em prática com empresas que possam se estabelecer no local. Com isso, estaremos incentivando o turismo e lazer, novos empreendimentos e movimentando a economia do nosso município. Outras reuniões já foram realizadas para debater o assunto. Na última vez, estive reunido com o arquiteto Alexandre Franczack que se colocou à disposição para elaborar o projeto arquitetônico de restauração. Na próxima quinta-feira, 18, está agendada uma nova reunião na para apresentar a proposta à administração municipal.

Já imaginou se o restaurante do Parque Centenário estivesse funcionando? É notória a grande movimentação de pessoas que frequentam o Parque todos os finais de semana. Centenas de jovens e famílias usam o local para praticar esportes, ou até mesmo tomar chimarrão e brincar na pracinha. Reabrir o restaurante, através de uma parceria público-privada será mais um atrativo e também mais uma opção de lazer para os visitantes. Imagino que existam empresas interessadas em ocupar aquele espaço. Essa seria mais uma forma de economizar o dinheiro público. A situação também será abordada em reunião que requeri nesta casa legislativa para o dia 24 de novembro pela manhã.

Fui procurado também pelos moradores do Residencial Cinco de Maio para conversar sobre as condições de moradia no local. Para tentar resolver a situação, encaminhei um requerimento de reunião, solicitando a presença do Poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social Cidadania. O encontro está agendado para o dia 25 de novembro.

Como representante do povo no município, tenho o dever de trabalhar pelo bem da comunidade, sendo um elo entre à administração pública e os montenegrinos. Esperamos, em breve, encontrar uma solução viável para todas as demandas.

Deixe seu comentário