Escolas fecham. Bancos reduzem atendimento. Empresas diminuem produção. Como o resto do mundo, o Brasil diminuiu seu ritmo e muitos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços fecham suas portas para obedecer as medidas dos gestores públicos e – principalmente – preservar a saúde dos funcionários. Medidas amargas à economia, mas necessárias por motivo de saúde pública. O Jornal Ibiá, por compreender que a informação é, junto da prevenção e do atendimento médico eficaz, o que pode ajudar o Brasil a superar este momento difícil, continurá circulando. Nós, jornalistas, assim como profissionais da saúde e da segurança pública, precisamos continuar, enfrentando o risco para apurar informações, elucidando fatos e alertando para as mentiras que se espalham rapidamente.
A pandemia de Covid-19 também nos obriga a tomar medidas de proteção à equipe de profissionais. Assim como todas as demais empresas, estamos tomando cuidados como a disponibilização de álcool gel e a intensificação da limpeza. No conteúdo jornalístico, abrimos espaço à cobertura da pandemia desde a prevenção básica até os diferentes impactos que a doença trará à economia e ao cotidiano da população. Para isso, reduzimos o espaço de outras editorias. Isso vale ao Ibiá impresso, que circula de terças a sábados, e também ao portal de notícias e todas as nossas redes sociais. No portal, estão liberadas todas as informações da pandemia por entendermos se tratar de uma questão de saúde pública.
Sabemos que a economia levará um susto causado pelas necessárias medidas de prevenção. Mas as pessoas seguirão vivendo e consumindo. Às vezes, trocando a ida ao restaurante pela tele-entrega ou o trânsito pelo home office. A vida muda, mas não para. Aos nossos anunciantes podemos dizer sem medo de errar: é no Ibiá que os moradores de Montenegro e do Vale do Caí procurarão informação e, de sua casa, através de computadores, smartphones e tablets, estarão ampliando ainda mais os acessos às nossas plataformas digitais. Para manter essa tão importante prestação de serviço, é preciso três pilares: credibilidade jornalística, leitores e anunciantes. Jornalismo de qualidade e leitores continuamos a oferecer. Acreditamos que também seguiremos contando com nossos parceiros para que o Ibiá ajude o Vale do Caí a vencer o coronavírus. Juntos superaremos!

Deixe seu comentário