A agricultura é uma das maiores riquezas de Montenegro, mas pouca gente sabe o que, de fato, é produzido no Município. Os citros e a silvicultura (acácia e eucalipto) acabam ofuscando o restante da produção agrícola. A diversificação é fundamental para a economia da população e da cidade, por isso é interessante que a gente não dependa de um único produto. A fim de conhecer mais sobre a pluralidade da agricultura e da pecuária local, o Ibiá está viajando pelos quatro cantos de Montenegro.
Tudo será apresentado na edição impressa e no portal do jornal, através do projeto “Agricultura Mais”, a cada terça-feira. Em Montenegro, são cultivadas uvas, nozes, morangos, açaí, alface, maçã, aipim, feijão, arroz, cebola, entre outros. Inclusive, existem aproximadamente 355 hectares de arroz plantados no fértil solo montenegrino.
A diversificação da agricultura proporciona um equilíbrio econômico para muitos produtores, já que não há a dependência de uma única fonte de receita. Os números de 2017 confirmam o potencial de crescimento da agricultura “diferente” no município. A produção de morangos, por exemplo, movimentou mais de R$ 52 mil no ano passado e segue em ascensão.
O setor agrícola da cidade é muito mais valioso do que grande parte da população imagina. Para acompanhar de perto e conhecer um pouco mais sobre o desenvolvimento da agricultura montenegrina, confira, nesta edição e nas próximas terças-feiras, a série “Agricultura Mais”.

Deixe seu comentário