Pouco mais de 13% da produção de frango do Brasil sai do Rio Grande do Sul. E isso, considerado que somos um dos grandes produtores do mundo é um dado importante. Olhando esse número de forma isolada, pode passar despercebida sua relevância para nós, localmente falando. Mas essa produção, muito voltada à exportação, gera no Estado 44 mil empregos diretos, além dos 10 mil produtores integrados. A relevância desse setor é destaque em uma matéria nesta edição.
Do produtor ao beneficiamento, é necessário apontar um ingrediente importantíssimo ao crescimento dessa cadeia produtiva: o avanço tecnológico. No passado, a criação de frangos era muito mais desgastante ao homem do campo, afastando as novas gerações e comprometendo a produção. Na indústria, o investimento tecnológico significa menos perdas, maior qualidade e melhor aproveitamento da carne que é beneficiada.
Essa soma de maior quantidade e garantia de qualidade faz com que o frango brasileiro siga para mais de uma centena de países. Mais do que isso, a avicultura é importante para a nossa gente. O Vale do Caí tem importante papel nessa cadeia e nossa economia precisa que a atividade siga forte. O produtor, que mesmo diante das dificuldades investe e faz essa roda girar, merece os resultados positivos que chegam. Além de favorecer a sua qualidade de vida, colabora para uma economia mais forte.

Deixe seu comentário