O que você fez nos últimos 34 anos? Muitos dos nossos leitores sequer eram nascidos no dia 16 de março de 1983, quando circulou em Montenegro a primeira edição do Ibiá. Nós também não lembramos de tudo o que fizemos, cada notícia divulgada ou evento que recebeu cobertura. Sabemos, porém, que jamais nos desviamos daqueles ideais presentes na edição que iniciou essa história jornalística. Acreditávamos em um jornalismo de proximidade, em que os problemas dos leitores estampam as páginas. Seguimos assim. Agimos crentes de que a função do repórter é ouvir todos os lados. Assim continuamos. E seguirá da mesma forma. Porque assim é o Ibiá.

Mas o mundo mudou nessas três décadas. E nós decidimos acompanhar. Nossos atuais leitores têm o privilégio de acompanhar uma verdadeira revolução, não apenas do Jornal Ibiá, mas do jornalismo e da comunicação mundial. É tempo de acrescentar plataformas e ampliar o conteúdo jornalístico. Abandonar o papel? Não faz parte dos nossos mais remotos pensamentos. O jornal impresso está em nosso DNA, assim como a confiabilidade e o respeito aos leitores. Mas a notícia se faz hoje muito mais constante em nossas vidas e já não queremos esperar pelo dia de amanhã para saber o que ocorre. Se a notícia vive em tempo real, é assim que o Ibiá a registrará.

O que você quer dos próximos anos? Nós queremos estar a cada dia mais conectados com nossos leitores, estejam eles no jornal impresso ou no digital. Queremos seguir cumprindo a nossa função de estar ao lado da população e informando na hora do fato. Já estamos com o portal e logo teremos um APP. Venha conosco!

Deixe seu comentário