A falta de informações detalhadas sobre os pacientes confirmados com Covid-19 é motivo para dúvidas, desconfiança e até incertezas sobre a transparência da prefeitura de Montenegro em relação à seriedade com que se está tratando o assunto na cidade. Ninguém está questionando os profissionais da linha de frente. Eles estão lutando arduamente para enfrentar o vírus e garantir um bom atendimento. Mas há dúvidas do ponto de vista da transparência das informações. É comum, ao andar nas ruas, ouvir questionamentos como “será que está certo o número de casos?”, “Por que a prefeitura está escondendo informações?” ou “Como será que estão os pacientes?”.

Sim, é compreensível e totalmente ético que não se divulgue dados pessoais que possam identificar aqueles que já estão sofrendo com uma enfermidade que causa crises respiratórias, febre e, ainda por cima, estigma social. Os infectados têm o direito à sua identidade preservada. No entanto, a sociedade clama pelo direito à informação, e deixar de divulgar a real situação dos pacientes diante de uma pandemia que já vitimou mais de 12 mil pessoas no Brasil é, sem dúvida, uma forma de gerar pânico na população.

O principal questionamento é: por que Montenegro não detalha dados, a exemplo de outras prefeituras? Todos os municípios da região confirmam o quadro clínico dos pacientes, se estes encontram-se em isolamento domiciliar ou internados – nestes casos, ainda, é informado se o paciente está em enfermaria ou na UTI. A prefeitura de São Sebastião do Caí, por exemplo, divulga passo a passo as testagens feitas com os funcionários de frigoríficos, o que dá a sensação de transparência aos cidadãos. Triunfo detalhou, em seus posts, quantos pacientes estão internados no hospital da cidade e quantos estão em outras unidades de saúde. Em um caso ainda mais apontado como bom exemplo pelos moradores, em Portão, é divulgada a idade, sexo, ocupação e quadro clínico de cada um dos confirmados com a Covid-19.

Dá pra fazer. Está posto pelos municípios vizinhos. A atitude da administração montenegrina deixa margem para especulações e isso, sem dúvida, não é nada saudável.

Deixe seu comentário