Não fosse algo que se repete a cada ano, o acelerar da cidade que vimos ocorrer em Montenegro nestes primeiros dias de março poderia surpreender alguém. Não faltaram eventos e programações nas mais diversas áreas. Uma delas chama a atenção: qualificação profissional e empreendedorismo. É uma ótima notícia, afinal, nosso desenvolvimento econômico enquanto cidade depende, em grande parte, da capacidade individual de crescimento dos cidadãos. E isso não ocorre sem qualificação.
Na edição de hoje do Ibiá, aparecem três ações neste sentido. Amanhã haverá uma ação na Praça Rui Barbosa, com foco em seleção de mão de obra de algumas empresas e também orientação sobre preenchimento de currículos, além de outros serviços. Na Estação da Cultura, neste domingo, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, ocorre a Feira de Empreendedorismo Feminino. O evento não apenas incentiva a troca de conhecimento como inspira mulheres que queiram dar um novo rumo à carreira. Também nos próximos dias, no mesmo local, ocorrerá a largada de um workshop sobre Mapeamento de Processos. Neste caso, o foco está nos pequenos empresários e o objetivo é qualificar os processos, estimulando o desenvolvimento dos empreendedores e empreendimentos.
Essas três iniciativas e provavelmente outras que virão têm como objetivo a formação de empreendedores e colaboradores melhor capacitados, apçtos a cumprir com suas funções e evoluindo. Queremos lojas melhores, prestadores de serviço melhores, indústrias melhores. Isso vale para qualquer setor da economia, sendo que todos têm mudado muito pelo natural avanço da tecnologia em suas áreas. Mas qualquer uma dessas melhorias de produção, atendimento e criação de novos negócios depende de pessoas. Temos que aproveitar as oportunidades que surgem para nos capacitar e oferecer o melhor ao mercado. Sempre. Ou ficaremos para trás num cenário muito competitivo.

Deixe seu comentário