A sociedade costuma rotular os jovens como irresponsáveis no trânsito. Em muitos casos, isso realmente não deixa de ser verdade. Entretanto, a falta de responsabilidade ao volante não se restringe apenas às pessoas mais novas. Um fato que comprova isso ocorreu na manhã desta quarta-feira, em São José dos Ausentes. Um motorista de 82 anos, sem carteira de habilitação (CNH), atropelou mãe e filha no centro da cidade. A mulher, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.
A verdade é que os acidentes são causados por homens, mulheres, jovens, adultos e idosos. E o único julgamento que deve haver é sobre a conduta de quem está atrás do volante e age de forma leviana, colocando em risco a própria vida e a dos outros.
Muitas pessoas reclamam dos mecanismos de controle existentes, como lombadas e pardais, mas os índices de acidentes seguem altos. Neste início de ano, penas mais rígidas e regulamentação de leis antigas foram impostas no país, com o objetivo de diminuir os crimes de trânsito. No entanto, a irresponsabilidade dos condutores segue vencendo a legislação no Brasil, independente da idade.

Deixe seu comentário