Se você acompanha as notícias sobre segurança pública em nosso Estado já deve ter percebido que grande parte dos crimes têm tido redução de ocorrências… menos os de agressão contra a mulher. Esse tipo de ocorrência vem crescendo por todo o Brasil. Em parte, felizmente, porque as mulheres não mais aceitam apanhar caladas e cada vez mais denunciam as agressões. A parte negativa é que as denúncias e condenações não parecem cessar os casos de agressões. É quando concluímos que sim, é necessário punir o homem incapaz de tratar as mulheres com o devido respeito. Mas, também é preciso educar nossos meninos para criarmos uma geração de homens de valor.
É neste objetivo que ações educacionais importantíssimas começam a aparecer. Em uma delas tem escola aqui da região se destacando, e com isso nos enchendo de orgulho. Um vídeo feito por alunos do 1º ano da Escola Estadual de Ensino Médio São Francisco de Assis, de Pareci Novo, está entre os finalistas da Região Sul no Concurso de Vídeos Curtos Lei Maria da Penha, promovido pela Secretaria da Mulher e Câmara dos Deputados com co-realização do Instituto Avon, Grupo Banco Mundial e Facebook. Como é bom sabermos que temos alunas como Sofia Rambo, Camile Fell e Jordana Soares, que produziram o vídeo com apoio de toda a turma 101 da escola. E, sobretudo, termos profissionais como a professora Maria Eduarda Götz Nunes, que orienta o trabalho da garotada.
Estamos, obviamente, torcendo pela turma e queremos que os prêmios – um tablet para o aluno autor e outro para o professor orientador, troféu e diploma de menção honrosa – venham para o Vale do Caí. Mas o resultado principal já está alcançado. A violência contra a mulher está em debate nos corredores da instituição de ensino. Suas alunas certamente estão mais preparadas para enfrentar o mundo e torná-lo mais justo. E os alunos estão abastecidos da informação necessária para agir como cidadãos de bem, que respeitam a todos e não fazem uso da violência para impor suas vontades. No presídio – necessário, infelizmente – se pune, mas, é na escola que se formam os que não irão parar neles.

Deixe seu comentário