Dezembro, mês do Natal! Época alegre, de coloridos mil, de idas e vindas de pessoas pelas ruas em busca de presente! Mês de festas, encontros e reencontros! Época em que aflora no coração a solidariedade, o amor ao próximo, o bem comum.
É Natal! O que significa Natal? Natalício, nascimento, renascimento. A vinda de Jesus ao nosso mundo, o início de uma nova Era. Um novo tempo, uma nova vida. E é sem percebermos que, todos os anos, em cada um de nós, o Natal provoca sentimentos que o Cristo pregava; sentimentos que, se permanecessem sempre em nós, renovariam o mundo, nos aproximariam como irmãos, pois de nossos corações somente brotaria a caridade, o amor, e, entre todos, solidariedade, o que ocasionaria a transformação da Terra.
Imaginemos um mundo onde o amor predominasse. Do amor, ao respeito; do respeito, à compreensão; da compreensão, ao perdão; do perdão, à paz; da paz, ao amor. Uma roda-viva que traria a felicidade pra este planeta que é nosso e que depende de nossas ações e pensamentos, a fim de que atinja o objetivo da lei do progresso: de expiação passaríamos à regeneração.
A Doutrina Espírita nos faz compreender a evolução dos mundos e nos leva, através do estudo e da prática, a entendermos a missão de Jesus entre nós. E ela está sendo cumprida. Porém, como diz no Evangelho segundo o Espiritismo: “Mas não é preciso crer que este desenvolvimento se fará sem lutas; não, elas têm necessidade, para atingir a maturidade, de abalos e discussões, a fim de que atraiam a atenção das massas.”(Capítulo I – Eu não vim destruir a lei).
Não é diante da dor que nosso coração se enternece? É a dor que nos faz crescer moralmente; é através da dor que Jesus conosco fala, embora às vezes não percebamos. Lidar com a dor é um aprendizado que, interiormente, nos prepara para a vida futura. É através da dor que aprenderemos a verdadeiramente amar.
Por isso, que, em 2019, o espírito de Natal floresça em nós a cada dia; que olhemos o mundo com os olhos do amor; que aflorem sentimentos de compreensão, bondade e perdão; que nos aceitemos como eternos aprendizes e, com a humildade de Jesus, façamos acontecer o milagre da multiplicação: 365 dias serão Natal em nós.

Regina Maria Teixeira Simões
Sociedade Espírita Missionários da Luz

Deixe seu comentário