A.G. Olyver
Escritor

Todos nós, em algum momento da vida, deparamo-nos com questões existenciais. Queremos saber qual nosso propósito, qual o motivo da nossa existência. Muitos de nós acreditamos piamente que devemos ter um propósito, que precisamos estar no mundo por algum motivo maior. No Brit’Hadashah, isto é, a restauração da aliança, ou, como todos conhecem, o novo testamento, Yeshua Ha Mashiach, Jesus, é claro em dizer que não há motivo maior de existir do que o amor do Eterno. O próprio existir, por si só, já é o propósito. Viver e ser feliz. Foi para esse motivo que o Eterno fez a humanidade.

Com a ideia de que o propósito do Eterno para nós é ser feliz, então a pergunta existencial se altera e se torna: “O que eu preciso fazer para ser feliz?”, pois sendo feliz, estará cumprindo seu propósito de vida. Sendo assim, eu pergunto para você que lê: o que você está fazendo para ser feliz?

Na nossa vida, temos à nossa frente diversos caminhos. Nem todos eles levam a um momento de felicidade. Muitos têm um trabalho que amam, outros não; muitos estão com uma pessoa que traz felicidade à vida, outros não; muitos estão com uma vida repleta de saúde, outros não. São decisões que moldam nossas vidas e o que você decidir hoje, será você amanhã. Então, novamente eu reformulo a pergunta existencial: “O que você está fazendo hoje para ser feliz?”. Você vê agora que, de um propósito, passamos para ser feliz e, agora, estamos assumindo essa responsabilidade de sermos felizes por nós mesmos.

Ser feliz é uma questão de escolha. Quantas pessoas você conhece que têm muitos bens, que são famosas, que viajam muito e que são infelizes? Eu poderia citar muitos nomes. Muitos deles já mortos por suicídio. Seria ter muito dinheiro, fama e liberdade para viajar ser feliz? Poderia ser, se eu não conhecesse muitas pessoas, ainda vivas, que não têm praticamente nada, vivem como podem, mas que são incrivelmente felizes. Por isso eu digo: Felicidade é um estado de espírito. É uma decisão sua. E por isso pergunto: o que você está fazendo hoje para ser feliz?

Pergunte-se: o que você mudaria na sua vida hoje para que você fosse mais feliz? E, depois, pergunte-se: o que você precisa fazer para mudar isso? E, agora que você sabe essas respostas, o que lhe impede de fazer essas mudanças? A mudança depende de que você saia da inércia e dê o primeiro passo.

Deixe seu comentário