Finalmente o ano de 2019 começou! Passado o Carnaval e toda a promiscuidade da festa mais popular de nosso país, mais do que na hora, começará o ano. Para algumas pessoas, contagem regressiva para, em nove meses, começar a pagar pensão e, para outros, esperança de boas novas, já que pularam ondas e fizeram promessas usando roupas coloridas e tudo mais.
Fato é que o país começará agora a andar, ou ao menos a se arrastar, já que, para conseguir se reerguer, o Brasil precisará de uns 200 anos e muita gente honesta. Todos sabemos que existem, mas em pequena escala e longe dos poderes que são responsáveis por toda esta “caca”, para não usar um termo pejorativo que poderia ofender alguém.
Espero que, com o ano começando, as pessoas possam arranjar emprego para poderem pagar suas contas e, quem sabe, conseguir o tão sonhado carro ou casa própria. Desejo que 2019 não seja um ano cheio de catástrofes. O limbo entre dia 1º de janeiro e o pós-Carnaval já foi triste demais para todos nós brasileiros. Desejo que o povo seja feliz, que nossos políticos sejam responsáveis e façam valer cada voto que tiveram. Que o cidadão de bem possa andar livre nas ruas e os maus, possam ficar amontoados em celas superlotadas e que os direitos humanos sejam para humanos direitos…
Desejo que o ano que está iniciando seja o ano em que a polícia tenha poder de polícia, podendo combater o mal sem passar por pessoas más. Que impere a honestidade em todas as esferas, começando obviamente pelo povo, que cobra que políticos sejam honestos, mas se encontram dinheiro dentro de uma carteira, devolvem os documentos, ficando com o resto e ainda acham que fizeram grande coisa em devolver, esquecendo que aquele dinheiro poderia ser a salvação da família para o mês.
Para o ano que nasce agora, torço para que o atual presidente não faça coisas erradas, como os antecessores, e que aqueles que torcem contra o país se mudem para um lugar bem longe. Chega de ficar jogando água fria no Brasil. Somos todos brasileiros. Será que estes descerebrados que torcem contra não se dão conta de que são os filhos deles que vão sofrer no futuro?
Se os governantes fizerem coisa errada, precisam ser expulsos de seus cargos, sejam eles do alto ou baixo clero. Mas torcer contra é atestar que há, no lugar do cérebro, “caca”, para novamente não ofender ninguém com outro termo pejorativo.
Vamos, neste ano que começa, disseminar menos fake e mais news. Vamos fiscalizar e botar a correr políticos que pensam somente em encher seus bolsos. Vamos mudar um pouco, já que viemos numa levada onde as redes sociais fiscalizam tudo em tempo real. Vamos fazer, mas com a honestidade e a transparência que tanto pregamos e exigimos.
Feliz Ano Novo a todos e que possamos nos ver por muitas vezes neste espaço.

Carlos Eduardo Vogt
Enfermeiro

Deixe seu comentário