Monstros e o bicho papão realmente existem, não estão dentro dos armários nem embaixo da cama, eles vivem entre nós e, frequentemente, fazem vítimas entre nossas crianças e adolescentes. Estão sempre a espreitar, atacar e violentar a inocência de nossas crianças. Nós, pais, devemos estar sempre alerta…é preciso fazer com que nossos filhos confiem em nós e estarmos sempre atentos à segurança e aos sinais que eles nos passam, suas atitudes, enfim, ouvi-los com atenção.
A violência contra crianças e adolescentes pode ocorrer em qualquer lugar, assim como o agressor pode ser qualquer um com uma mente doentia. Neste mundo de correrias, onde precisamos trabalhar, confiamos nossos filhos a outras pessoas. Muitas vezes, avaliamos mal estas pessoas, podendo colocá-los em perigo. O pedófilo é uma pessoa que sempre aparenta normalidade, confiabilidade e aproveita da inocência dos pequenos, transmitindo confiança a eles para seduzi-los. Ele pode estar dentro de casa, na rua, em qualquer lugar.
Nossas crianças, desde pequenas, aprendem e se encantam com a internet, ali pode estar um agressor corrompendo suas mentes e inocência. Precisamos, a toda a hora, ver o que nossos filhos acessam, suas amizades nas redes sociais, etc. A mídia mostra ações da polícia contra redes de pedófilos, que extrapolam as fronteiras dos países e expõe a maneira com que estes monstros agem na internet. Alguns agressores se saciam com fotos, outros em atos. Em alguns casos, nossas pequenas vítimas são atacadas em seus próprios lares, por pessoas próximas, de seu convívio, que amam e confiam. Por outro lado, muitas crianças e adolescentes, abandonados à própria sorte, são exploradas sexualmente, sendo objetos de barganha e fonte de renda de pessoas más, sem escrúpulos e gananciosas. Outras, são exploradas e usadas no tráfico de drogas ou como pequenos soldados das quadrilhas de criminosos.
Os crimes sexuais contra as crianças e adolescentes são sempre violentos e hediondos. Nem entre os presos, no convívio com apenados, há tolerância e aceitação de tais monstros. Nunca devemos nos calar ou sermos tolerantes com estes crimes. Precisamos denunciar, salvar nossos anjos destes monstros. Nós temos o dever de zelar, preservar a inocência e sempre salvar os pequenos dos perigos e de qualquer forma de violência que os afligem. Além disso, temos o Conselho Tutelar em nossa cidade, que é um órgão atuante e preparado para receber denúncias e agir na defesa das crianças e adolescentes, assim como a Polícia Militar e a Polícia Civil. Podemos ajudar a proteger nossas crianças e adolescentes dos monstros e do bicho papão. Façamos nossa parte…É só denunciar…

Luis Fernando Quaresma
Comissário de Polícia Civil

Compartilhar

Deixe seu comentário