Para nós evangélicos o dia 12 de outubro é uma data muito especial, comemoramos o Dia das Crianças, pois estas são valorizadas por Jesus. Numa sociedade onde a criança naquela época não era valorizada, nem tinha muito espaço, Jesus restaura o lugar delas em meio às pessoas adultas e as confere dignidade a partir da importância delas pelo seu jeito puro, simples e sincero.
Ao lermos este texto relatado pelo evangelista Lucas encontramos um Jesus cansado. No capítulo 17 é relatado no v.11 continuava viajando para Jerusalém, passando entre as regiões da Samaria e da Galiléia. Neste caminho curou 10 leprosos, foi questionado por fariseus, ensinou aos discípulos, contou parábolas. Quem sabe agora era aquele momento em que Jesus deu uma pequena pausa, pensava em descansar, então já no capítulo 18, Lucas narra que algumas pessoas levaram as crianças a Jesus para que Ele as abençoasse, mas os discípulos quando viram isso, repreenderam as pessoas. Então Jesus, ao ver isso, chamou para perto de si as crianças e disse aos discípulos e as demais pessoas adultas: “Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino de Deus é das pessoas que são como estas crianças”.
Em seguida disse: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele”. Certamente que Jesus não estava afirmando que nós devemos regredir mentalmente, mas que devemos olhar para as crianças e perceber a pureza, a sinceridade e a dependência que elas têm de alguém maior. Nós também somos pessoas dependentes de “alguém maior” – Deus Pai, o Criador dos céus e da terra. Muitas pessoas se consideram autossuficientes diante das demais pessoas e até diante de Deus. Ser como uma criança perante o Senhor é reconhecer que de Deus provém tudo, inclusive nossa saúde e nossa vida e que Ele é o “todo poderoso”.
Ser como uma criança também significa confiar na pessoa maior. Você confia em Deus plenamente ao ponto de entregar a Ele o teu caminho na certeza e na confiança de que o mais Ele o fará? Ser como uma criança é também correr chorando quando está machucado ou correr de alegria em busca de um abraço da pessoa adulta que nos cria para a vida. Você consegue correr para o colo de Deus quando está desesperado, ferido, desiludido, quando a vida te faz chorar? Você consegue correr de alegria e gratidão indo ao altar de Deus, na presença do Senhor para agradecer e jubilar?
Enfim, ser criança diante de Deus é falar e agir como dificilmente uma pessoa adulta está disposta a fazer. Por isso Jesus aponta para estas crianças. Ele não apenas restaura a dignidade delas perante uma sociedade machista e excludente, como além de nos ensinar a olhar para elas e aprender como nos colocar diante de Deus, nos dá ainda um outro ensinamento: que ser como criança é também nos colocar no lugar de uma criança, antes de agirmos ou falarmos. Muitas pessoas adultas olham, falam e agem com as crianças a partir de um conceito e de uma visão adulta. Isso também é importante, pois o conhecimento e a maturidade auxiliam na criação para a vida, mas não deve ser somente assim, precisamos buscar enxergar nelas os anseios, as dúvidas, os medos e as esperanças das crianças.
Que nós pessoas adultas busquemos em Deus e na sua Palavra a sabedoria e a orientação para educarmos nossas crianças para a vida, discernindo os limites do carinho e da disciplina. Que possamos olhar e agir cuidando, aparando, protegendo, ensinando e garantindo o direito à vida, saúde e dignidade.
Neste tempo de pandemia e isolamento social, acompanhe nossos cultos ao vivo, sempre aos domingos às 10h no Facebook: Ieclb Montenegro Ieclb. Também estará disponível no YouTube, Luterana Montenegro – Culto Evangélico Luterano, domingo à tarde. Deus abençoe tua vida!
P. Marcio S. da Costa

Avisos da semana:
Participe dos cultos presenciais, domingos às 10h. Informações e inscrições, bem como atendimentos e contribuições na secretaria segundas-feiras das 13h30min às 17h30min e de terça à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min, respeitando orientações de prevenção. Traga sua doação de mantimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal para cestas básicas.

Deixe seu comentário