O cap. 6 deste Evangelho marca o final da atividade de Jesus na Galiléia. Nele Jesus alimenta uma multidão e anda sobre as águas. O povo procurava estar perto dEle, ver e ouvir o que tinha a oferecer. Jesus passa ensinar que Ele era o pão da vida, mais importante e precioso do que o pão material que acabara de multiplicar.(v.35) “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede”, depois Jesus afirma:“Quem come a minha carne e bebe do meu sangue tem a vida eterna e eu o ressuscitarei no último dia”. (v.54)

Nos v.56-69 Jesus traz palavras de ensino sobre o compromisso que leva a vida eterna e isso causa desconforto entre os ouvintes. Talvez não era o que queriam ouvir e acharam pesado demais. Aquelas pessoas não entenderam a importância das palavras de Jesus, fecharam o coração e preferiram deixá-lo e seguir sua vida costumeira a abrir mão de seus conceitos, seu estilo de vida… Elas foram saindo, restando apenas Jesus e seus doze discípulos. Jesus os pergunta: “Será que vocês também querem ir embora”?Agora imagine que esta cena fosse agora, diante dos teus olhos e a pergunta fosse para você, discípulo/a de Jesus: Como você reage? Continua O seguindo ou está entre os que abandonaram Jesus?
Este texto nos confronta, como se, por meio dele, Jesus lhe confronta: Você está ou não está comigo? Mas também é um texto muito rico e profundo, nos faz refletir sobre nossa vida de fé e nosso compromisso no discipulado com Cristo. Nos faz enxergar que as pessoas hoje em dia tendem a fazer como a multidão, não querem se comprometer, acham melhor, mais seguro e confortável se afastar… Aliás, este é o perfil da pós-modernidade. Não existe mais uma verdade absoluta, mas a minha verdade, aquilo que eu quero.Não existe mais a exclusividade da fé, como Deus espera de nós, mas a minha maneira de crer, aquilo que eu entendo ser mais conveniente. Este Evangelho nos chama a pensar sobre isso…

Muitas pessoas buscam uma fé agradável, que satisfaça meu ego e meus anseios particulares, uma fé que diga não o que Deus quer dizer, mas aquilo que elas querem ouvir. Buscam um Jesus que favorece a vida, tira das dificuldades, faz prosperar na carreira profissional, concede a pessoa amada, onde o altar se torna palco e o culto, um show da fé.Assim como aquela época, ainda hoje muitas pessoas são fãs e seguidoras de Jesus apenas quando o show está no ar, quando aquilo que querem ver acontece, quando suas expectativas se concretizam. Por isso é importante você refletir na pergunta: Quais as reais expectativas que você tem a respeito de Jesus?

João relata que a proposta de Jesus vai muito além do que nossa vida terrena, do que objetivos pontuais que colocamos como prioritários. A proposta de Jesus chama para a eternidade. Pedro entendeu isso ao testemunhar: “O Senhor tem as palavras da vida eterna”! São estas palavras que pela ação do Espírito Santo nos move a fé que nos faz desfrutar da sua graça. Jesus mostra que a fé é dom de Deus. Não é um sentimento ou um mérito humano. Jamais! Não podemos fazer brotar a fé em nós nem ir a Jesus por nós conta própria. Jesus afirma isso ao dizer que só pode vir a Ele quem o Pai o trouxer. Quem dá vida é o Espírito de Deus, não o ser humano.

Por tanto, faça como Jesus mesmo orienta (Mt 6.33): “Ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer”, na certeza de que Ele lhe dará as demais coisas.Isso representa compromisso, dedicação, vivência e, sobretudo coerência entre aquilo que se crê e pratica. Um coração e uma vida consagrados a Deus! Então, após este ensino, eu lhe pergunto: De que lado você vai ficar?Do lado dos discípulos que continuam seguindo a Jesus ou do lado da multidão que só pensa em si, vira às costas e vai embora? Se você optar por seguir, é chamado a reconhecer não apenas que Jesus tem as palavras da vida eterna, mas a testemunhar:Eu creio e sei que o Senhor Jesus é o Santo que Deus enviou, o único caminho, verdade, vida. Só através dEle desfrutarei a vida eterna. Amém.
P. Marcio S. da Costa

Avisos da semana: Culto neste domingo às 9h30, será apenas on-line, com transmissão pelo Facebook: Luterana Montenegro. A Comunidade estará realizando seu delicioso galeto, dia 11 de setembro das 11h30 às 13h. O valor é 25,00 e dá direito a três coxas com sobrecoxas, salada de maionese, salada de repolho e um pão. Os ingressos podem ser adquiridos na secretaria paroquial. Participe e auxilie!

Deixe seu comentário