“Buscai, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”. (Mt 6.33)

Muitas pessoas afirmam no início do ano: “Ano novo, vida nova”. Então, cria-se todo um misticismo em cima da virada do ano. Buscam-se previsões humanas sobre o novo ano e se realizam muitas simpatias esperando por sorte, saúde, dinheiro, prosperidade, amor…
Oferendas no mar, cores de roupas e o tipo de comida na ceia são um costume muito forte. Mas será que realmente a virada do ano é tão mística assim? Creio que não! Apenas inicia-se um novo ciclo no calendário criado pelos homens e que não tem nada de divino assim. Não encontramos respaldo na Palavra de Deus para crer em forças ou fruídos para a festa de Réveillon.
Para nós cristãos, virada de ano é motivo de olhar para o ano que passou, pedir perdão a Deus pelas falhas, agradecer pelas bênçãos e colocar o novo ano nas mãos d’Ele. Através do nosso Batismo, Deus nos chama diariamente para viver em novidade de vida. Somos chamados a consagrar nossa vida neste novo ciclo ao Senhor.
Na verdade, a virada do calendário civil deveria ser motivação para a reafirmação da fé, para expressar diante de Deus o quanto Ele nos ajudou e permitiu que chegássemos onde chegamos e que confiamos os novos dias, meses e estações do ano nas mãos de Deus. Ao em vez de desejar bons fruídos, onde muitos vêm de atitudes ambiciosas, egoístas e narcisistas, podemos orar e interceder: pelas demais pessoas; pela nossa cidade, estado, mundo; pela paz e a honestidade entre as pessoas; e, sobretudo, para que mais pessoas cheguem à fé cristã e sejam conhecedoras da verdade que liberta e salva.
Vivamos a certeza de nosso Batismo e não nos deixemos levar por costumes e crendices humanas, por rituais vazios e sem fundamento. A fé na salvação em Cristo é nossa única certeza! Por isso a Bíblia nos ensina a buscarmos em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas nos serão acrescentadas (Mt 6.33). Vida nova, sim, mas não as custas de esforços ou misticismo humano, mas a partir de Cristo, que nos aceita como somos e estamos, mas não deseja que permaneçamos assim. Pela sua palavra e ação do Espírito Santo nos torna “novas criaturas”, onde as coisas antigas ficam para trás e onde novas coisas são feitas a partir de uma vida de fé, experiência e comunhão com o Senhor.
Participe do culto de gratidão por 2019 e intercessão por 2020 em nossa Comunidade Evangélica de Montenegro – Igreja da Ressurreição (relógio), dia 31.12 às 19h. Desde já seja bem-vindo/a! Feliz e abençoado 2020!
P. Marcio S. da Costa – Paróquia Evangélica de Montenegro – IECLB

Deixe seu comentário