Amigo e amiga, a mensagem a seguir do devocionário ‘Amor sem fronteiras, com toda certeza nos ajuda em nossa fé e amor a Deus. Reflitamos:
“Deus deseja que todos/as sejam salvos/as e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. (1 Tm 2.4).

Um homem estava escalando as montanhas dos Alpes, à procura de filhotes de águias. Elas fazem seus ninhos em lugares quase inacessíveis, para proteger seus filhotes. A água é um pássaro enorme, também chamado de ‘o rei dos pássaros’. Ela ataca violentamente, quando percebe qualquer ameaça.

Por isso, caçar filhotes de águias é muito perigoso. No passado, os jardins zoológicos pagaram um preço elevado por uma aguiazinha, e existiam pessoas que se expunham a essa perigosa aventura. (Hoje essa prática é proibida e é um crime).

Bem no alto de uma montanha, o caçador viu um ninho com dois filhotes. A águia-mãe, certamente, procurava alimentos, pois o ninho estava desprotegido. A saliência rochosa, onde o ninho estava preso, se distanciava uns dez metros abaixo do caminho; a rocha parecia uma parede vertical e depois se estendia um abismo profundo.

Mas, o caçador de filhotes de águias estava preparado para tal dificuldade. Pegou sua corda, prendeu-a num tronco de árvore e amarrou a outra ponta em seu corpo. Assim, desceu bem devagar em direção à saliência da rocha. Quando se abaixou para pegar os filhotes, a corda soltou-se de seu corpo.

Tinha se descuidado ao fazer o nó. O caçador ficou atônito. Subir era impossível, sem a ajuda de sua corda. Embaixo, estava o abismo profundo; e se a águia-mãe chegasse, uma defesa seria impossível, ela o estraçalharia com as garras e com seu bico pontudo. Ele estava perdido. Desesperado, notou que a corda, que se soltara de seu corpo, ainda estava balançando num movimento de vai-e-vem, porém não conseguia pegar com a mão. A única maneira seria pular em direção a ela. Se esperasse muito, o movimento da corda cessaria e então ficaria longe demais para alcançá-la. A decisão foi instantânea. Tinha de pular – já! E assim o fez. Alcançou-a, subiu e conseguiu dessa maneira salvar-se da morte certa.

Amigo e amiga, há momentos decisivos em nossa vida. Perdendo-os, a oportunidade talvez nunca volte. Deus quer a salvação de todos/as. Jesus Cristo estende sua mão para você e pede: Dê-me, filho/a meu, o seu coração! (Pv 23.26). Não perca esta oportunidade! Apegue-se na mão de Cristo e continue a sua vida guiada e guardada por Ele.”
P. Cleber Fontinele Lima
Programação Paróquia
-27.07- quinta: 19:30h- Ensaio do Coral;
-30.07-domingo: 19h- Culto no centro com Oração pelos/as enlutados/as;
-11.07- terça: 15h-OASE centro; 19h- Curso Trilha 8 (curso sobre a fé);
-01.08- terça: Conferência do Núcleo Vale do Caí em Carlos Barbosa; 15h- OASE centro; 17h- Reunião da
Diretoria da OASE no HM; 19h- Reunião da Diretoria da Comunidade;

Deixe seu comentário