Você já se sentiu preso, escravo de alguma coisa? Ou poderia perguntar, você já se sentiu livre alguma vez? Vivemos em um mundo onde, a cada momento, são apresentadas novas tecnologias, novas tendências da moda, novas religiões, novas maneiras de se relacionar. Muita novidade. Queridos leitores e leitoras, não há nada de errado com o novo. Pelo contrário, o novo sempre nos anima, nos deixa com mais esperança para o futuro; no entanto, é preciso ter cuidado com o que fazemos com essas novidades, como nos envolvemos e nos relacionamos.Você já se sentiu preso, escravo de alguma coisa? Ou poderia perguntar, você já se sentiu livre alguma vez? Vivemos em um mundo onde, a cada momento, são apresentadas novas tecnologias, novas tendências da moda, novas religiões, novas maneiras de se relacionar. Muita novidade. Queridos leitores e leitoras, não há nada de errado com o novo. Pelo contrário, o novo sempre nos anima, nos deixa com mais esperança para o futuro; no entanto, é preciso ter cuidado com o que fazemos com essas novidades, como nos envolvemos e nos relacionamos.O apóstolo Paulo, em sua Carta aos Romanos no capítulo 5 primeiro versículo, nos diz: “Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres. Por isso, continuem firmes como pessoas livres e não se tornem escravos novamente.” Éramos escravos. Escravos no Egito, escravos de uma lei (o Antigo Testamento). Cristo nos trouxe a Luz, a liberdade através de seus ensinamentos, de seu exemplo, mostrando a verdade escrita na sagrada escritura. Cristo nos libertou. Hoje, como pessoas livres por muitas vezes não agimos como tal, não aceitamos a salvação dada a nós e procuramos pela salvação em outros meios, outros salvadores. Igrejas, escandalosamente, prometem milagres em troca de dinheiro e bens quando, muitas vezes, já são poucos. Nos tornamos escravos das novas tecnologias em busca de nos aproximarmos do mundo e nos distanciamos do próximo que mora ao lado… que mora na nossa casa. Cristo nos libertou para o amor, amor ao próximo, ao necessitado, ao doente, nos libertou por amor a nós. Vamos viver essa liberdade dando glória, dando testemunho dessa salvação através de boas obras, através de gratidão, como resposta ao grande amor de Deus. Amém.Estudante de Teologia Thiago Pagung Lauvers Estagiário – IECLB
Programação Paróquia
– Ouça o Programa Mensagem do Dia, pela Rádio América AM 1270, de segunda a sábado, às 11h50;- 28.09- quinta: 19h30- Celebração Ecumênica na Catedral Metropolitana em Porto Alegre pelos 500 anos da Reforma Protestante;- 30.09- sábado: Acampamento Sinodal da Juventude Evangélica em Linha General Neto/São Vendelino (saída sábado 7h e retorno domingo 17h);- 01.10- domingo: 9h- Celebração Ecumênica em Estrela pelos 500 anos da Reforma Protestante;   19h- Culto no centro;- 03.10- terça: 16h- Conferência Sinodal de Ministros e Ministras em Parobé; 15h- OASE centro;   17h- Reunião da Diretoria da OASE no HM.

Deixe seu comentário