Numa sociedade consumista, o que representam perdas e ganhos? Você, ultimamente tem perdido ou ganhado mais? Para nós ganhar é ganhar e perder é perder. Mas para Deus perder é ganhar. Mas como isso? Em 1Co 1 lemos: “Destruirei a sabedoria dos sábios e acabarei com o conhecimento dos instruídos”. Deus pensa e age a partir daquilo que é ilógico para a lógica do mundo.
Ao olhamos na Bíblia, vemos que seguir Jesus é o tema que perpassa todos evangelhos e nos confronta com dois caminhos: O caminho de seguir o que Ele propõe, servindo-o através do próximo em humildade, ou o caminho de seguir a natureza humana, tendo como frutos a ambição, ganância, egoísmo, individualismo.Neste Evangelho, Jesus afirma que irá sofrer muito, ser rejeitado e morto para depois ressuscitar. Mas para Pedro, a última parte, a da ressurreição, parece não ter sido percebida.O que mais lhe chamou a atenção foi o sofrimento, rejeição e morte de Jesus pelas mãos humanas. Na época, todos imaginavam um Messias que libertaria o povo do domínio e opressão romana.Pedro e os discípulos ao acompanhar Jesus, ouviam seus ensinos e presenciavam milagres, que comprovavam o seu poder. Para Pedro era claro estar seguindo o verdadeiro e tão esperado Messias, ouvir de Jesus que Ele sofreria e seria morto sem reagir, que diante dos homens não teria poder de reverter a situação, isso era inaceitável.
Pedro leva Jesus ao lado e começa a repreendê-lo. E diante de todos Jesus repreende Pedro. Aquele que antes confessou a Cristo como Filho do Deus vivo é chamado de Satanás! Você entende isso? Jesus aqui não chama Pedro em si de Satanás, mas compara sua atitude a uma atitude diabólica que apenas enxerga e se apega ao Jesus poderoso, triunfalista, revolucionário.Em sua repreensão Jesus mostra a todos o verdadeiro caminho (v.34): “Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto a morrer como eu vou morrer e me acompanhe”.Muitos cristãos se aproximam de Jesus, por interesses pessoais, obcecados por poder e glória, buscando curas, milagres, prosperidade pessoal e profissional, status, riqueza.Jesus propõe um caminho diferente, de cruz, sacrifício, entrega, doação, renúncia. Esquecer os próprios interesses significa renunciar ao próprio ego.
As pessoas cada vez mais estão ego centristas e nossa sociedade induz exatamente a isso! Quanto mais você olha para si, pensa e vive somente para teus interesses, desejos, vícios, vontades e vaidades, pensa estar se dando bem, sendo bem-sucedido, mas no fundo, está cada vez mais escravo de si mesmo, dum falso “eu”, até perceber que tudo que possui, ainda não te preenche, nada está bom ou é suficiente, que ainda falta sentido para tua vida.Quantas pessoas acreditam possuir tudo: boa casa, carros novos na garagem, terrenos, plantações… Viajam o mundo, oferecem grandiosas festas, tem investimentos e uma conta bancária gorda, mas são infelizes, vazias, estão murchando por dentro. Quantas tem sucesso, são acompanhadas por milhares de seguidores nas redes sociais e acabaram tirando a própria vida. O que faltou? Qual o motivo da frustração?A renúncia proposta por Jesus, não é da tua pessoa, vida, saúde, corpo ou aparência, tampouco o menosprezo de si, mas é a renúncia do ego.
Esta renúncia, traz liberdade, traz cura integral. Esta cura encontrada somente em Jesus representa tanto a cura física, como emocional e espiritual. Nela você recupera tua identidade. Só em Cristo você descobrirá quem realmente é.Enquanto não renunciar a si e seguir Jesus, perceberá que tua vida será frustrada. Somente Ele pode preencher teu vazio existencial, aquele vazio no teu coração que, embora você tenha condições de possuir tudo o que quer, de ir onde quer e fazer o que quer a qualquer momento, ainda assim lhe falta algo. Por isso Jesus afirma: se você quer ter vida, negue-se a si mesmo e siga-me! Esta é a lógica divina: do que adianta você ganhar tudo e todos, você conquistar o mundo inteiro e perder a vida verdadeira? Nós queremos ter muitos ganhos e poucas, ou nenhuma perda. Por isso esta lógica divina é ilógica aos olhos humanos: perder para ganhar o principal, a salvação, a vida eterna. Lembre-se: a verdadeira cruz é fidelidade ao Evangelho, à Jesus, ao amor dEle, ao compromisso com Ele a partir da renúncia do ego.Jesus ensina: Importa perder para ganhar – ganhar a vida que somente Ele pode dar. Reflita nisso!
P. Marcio S. da Costa

Avisos da semana: O culto deste domingo 07.03 será apenas online às 19h. Continuamos com arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene pessoal e limpeza para atender famílias carentes. Traga na secretaria sua doação, atualize seu telefone. Deus abençoe dádivas e doadores!

Deixe seu comentário