Diante dos momentos de maior dificuldade, tribulação, desespero ou nas piores circunstâncias da tua vida é possível manter-se firme na fé? O texto refletido nos ensina que mesmo quando tudo parece ruir debaixo de nossos pés, ainda assim, Deus não nos abandona, pelo contrário, Ele está ali para nos assistir. Neste trecho da carta do apóstolo Paulo aos Romanos nos é dito que o Espírito Santo se coloca ao nosso lado e nos assiste em nossas fraquezas. Existem três principais tipos de fraquezas humanas que podem estar interligadas ou não: a fraqueza física, a fraqueza emocional e a fraqueza espiritual.
Pela fraqueza física, nossa estrutura é frágil, passível de ser ferida por um acidente ou ação que nos venha de fora. Também somos passíveis de nos contaminar ou desenvolver doenças genéticas que nos levam à morte. Nossa estrutura física é limitada! Como numa ampulheta, o tempo de nossa vida está correndo. Caminhamos para a morte desde o dia em que nascemos. Na fraqueza emocional, sentimentos nos envolvem e dominam, dos quais não conseguimos controlar e temos por vezes dificuldades de vencer. Sentimentos como ambição, egoísmo, soberba, cobiça, ciúme, raiva, ódio, avareza, mesquinhes, resultam em atitudes ruins como: mentira, falsidade, imoralidade, traição, brigas, discussão, separação, vícios, assassinatos.
Na fraqueza espiritual, dúvidas e incertezas sobre Deus; dificuldades em compreender ou aceitar os desígnios do Senhor; encantamento mais pelas coisas do mundo do que pelas coisas de Deus; busca em várias religiosidades por aquilo que convém; idolatria a outros deuses, pessoas e coisas humanas; apego a amuletos, ritos e crendices contrárias ao Evangelho, a crença na reencarnação progressiva, dentre outras, nos levam ao afastamento de Deus e ao pecado contra Ele.
Diante das fraquezas que nos envolvem, Deus não se afasta de nós. Através do Espírito Santo assiste a quem tem um coração voltado a Ele. Este assistir tem o sentido de carregar aquele fardo pesado demais do qual humanamente não conseguimos carregar. Mas o que leva Deus a agir assim? A resposta encontramos a partir do v.35: por causa do amor de Deus. Um amor tão forte e grandioso, a ponto de não conseguirmos medir ou especular. Este amor supera a finitude da vida… Nem mesmo a morte é capaz de nos separar do amor de Deus. Leia novamente os vv. 35 ao 39. Da parte de Deus nada diminui seu amor por nós. Mas, e de nossa parte? Quando envolvidos por tribulação, desespero, angústia, perseguição, fome, doença grave, luto ou ameaça de morte? Deixamos que isso enfraqueça nossa fé e o amor que temos por Ele?
Aqui a palavra de Paulo traz alento e esperança: “Quem nos separará do amor de Cristo?” Nem mesmo a tribulação, angústia, perseguição, fome, desespero ou morte. Então você pode declarar com o apóstolo Paulo no v.37: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”. Esta é a verdadeira certeza, fruto da verdadeira fé. Creia nisso, viva isso e serás mais que vencedor. Nunca se esqueça: nada “poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Amém.
Neste tempo de pandemia e isolamento social, acompanhe nossos cultos ao vivo, sempre aos domingos às 10h no Facebook: Ieclb Montenegro Ieclb. Também estará disponível no YouTube, Luterana Montenegro – Culto Evangélico Luterano, domingo à tarde. Deus abençoe tua vida!
P. Marcio S. da Costa

Avisos da semana:
Até 30 de agosto, continuam suspensas as atividades da nossa Igreja. Atendimentos e contribuições na secretaria podem, são de segunda à sexta, das 13h30min às 17h30min, respeitando orientações de prevenção. Os sinos da Igreja da Ressurreição estão badalando diariamente também às 7h e 19h, convidando as pessoas para, de onde estão, orarem numa grande corrente de clamor pelo mundo. Continuamos arrecadando alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal para auxiliar pessoas. Traga sua doação na secretaria, rua Fernando Ferrari, 1304, de segunda a sexta, das 13h30min às 17h.

Deixe seu comentário