Não abuse do nome do Senhor, seu Deus, porque o Senhor não considerará inocente quem abusar de seu nome.
Em seu Catecismo Menor, Martim Lutero apresenta este mandamento e pergunta: Que significa isso? Ao que ele mesmo responde: “Devemos temer e amar a Deus e, por isso, em seu nome não amaldiçoar, jurar, praticar a magia, mentir ou enganar; mas devemos pedir sua ajuda em todas as necessidades, orar, louvar e agradecer”.
Usar o nome de Deus em vão não é correto, tampouco, mentir e enganar pessoas em seu nome. Abusar do nome de Deus envolve ainda outras atitudes, como celebrar culto em nome de Deus com práticas contrárias a sua santa vontade. Uma celebração pode honrá-lo ou desonra-lo da maneira que é realizada.
Quem é invocado na celebração? Apenas Deus, aquele que exige exclusividade? Ou pessoas, vivas ou mortas? A quem são voltadas as invocações, declarações, orações, intercessões, ações de graças, cânticos? Está de acordo com orientações na palavra do Senhor?
Outra forma de desonrar seu santo nome é acreditar e praticar crendices populares, superstições, horóscopos, feitiçarias, magia negra, cerimônias com rituais pagãos, celebrar deuses humanos. Um dos propósitos deste mandamento é coibir esse tipo de atitude, afirmando a ira de Deus: “Porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.” Infelizmente muitas pessoas não levam a sério esse mandamento e atualmente continua a crescer o número das que se utilizam indevidamente do nome do Senhor.
Após nosso batismo carregamos uma marca em nós, invisível sim, pois é marca espiritual. Mas que nos compromete buscar somente o Senhor, o Deus verdadeiro; a prestarmos culto e adoração, invocarmos e servirmos, testemunharmos e louvarmos somente a Ele.
Expressões cotidianas como “ai meu Deus”, “juro em nome de Deus”, a todo momento e sem necessidade, devem ser evitadas. Mas, como saber a forma que agrada a Deus usarmos seu nome? Lendo a Bíblia, indo aos cultos ouvir a pregação da sua Palavra, participando de grupos que se dedicam ao estudo desta Palavra. Assim você saberá melhor sobre a vontade de Deus e de qual forma utilizar seu santo nome, para sua honra e glória.
P. Marcio S. da Costa – Paróquia Evangélica de Montenegro – IECLB

– Quarta-feira dia 13/02, às 19h, Presbitério Paroquial;
– Quinta-feira dia 14/02, às 19:30h, Ensaio do Coro Adulto;
– Sábado, dia 16/02, às 10h, Ensaio do Coral Infantil e às 13:30h, Ensaio da Música;
– Domingo, dia 17/02, às 19h30min. Culto com Bênção aos Aniversariantes na Igreja da Ressurreição;
– Segunda-feira dia 18/02, início das aulas no Colégio Sinodal Progresso;
– Terça-feira dia 19/02, às 19h, Seminário Comunidade Acolhedora na Igreja da Ressurreição.
-Atenção para as inscrições do Ensino Confirmatório, nascidos no ano de 2007. Pais ou responsáveis devem procurar a secretaria da Comunidade, com a certidão de Batismo do(a) filho(a).
-O horário de expediente da secretaria é de segunda à sexta-feira das 8h às 12h, das 13h30 às 17h30.
-A Comunidade solicita aos membros que, atualizem seus endereços e antes de convidarem padrinhos e madrinhas para Batismo ou antes de marcarem serviços para casamento, façam contato com a secretaria para as devidas orientações de acordo com os nossos regulamentos.

Deixe seu comentário