Há 14 anos, nascia em Montenegro um serviço relativamente novo. Se não me engano, a base de Montenegro foi a sexta a ser criada no estado. Naquele tempo, denominava-se Samu-Salvar e contava com aproximadamente 14 ambulâncias espalhadas na região metropolitana. No dia 14 de março de 2006, iniciava então o Samu Montenegro.
Neste período, eu era enfermeiro da emergência do Hospital Montenegro e lembro como se fosse hoje o primeiro dia do Samu. Desde então, o serviço vem enraizando-se na cidade e ajudando a salvar muitas vidas.
Nestes 14 anos, estima-se que mais de 30 mil atendimentos foram feitos. Foram mais de 30 mil histórias que passaram pelas ambulâncias e pelos servidores. É interessante imaginar que um serviço que possui aproximadamente 30 colaboradores seja de uma grandeza assim. Duas ambulâncias, uma básica e uma avançada. O Samu cobre uma área gigantesca, entre Montenegro, Capela de Santana, Pareci Novo, São José do Sul e Tabaí.
Nas BRs 386 e 470, são nossas ambulâncias que vão. Nas RSs 240 e 287, também!
Montenegro possui por volta de 60 mil habitantes, Capela de Santana deve ter uns 5 mil, Pareci perto de 4 mil, São José do Sul, 2 mil e Tabaí, 3 mil (desculpem se errei). Vejam quanta responsabilidade há neste serviço, que trata todos os casos de forma única e com o maior profissionalismo possível.
Depois de muito desejar, tive a oportunidade de integrar este time e viver o que sempre sonhei. Trabalhar no Samu de minha cidade é uma constante realização. Tenho orgulho em carregar nos ombros o peso desta grande responsabilidade. Muito orgulho de fazer parte da história desta base, dos colegas e das pessoas que ajudamos.
Quando o atendimento chega até nós, saímos da base correndo, para chegar o mais rápido em nosso destino, para que aquela vida seja salva. Às vezes, não conseguimos salvar, pois a vontade de Deus é maior. Mas até o último suspiro, nós tentamos e nos doamos a pessoas que sequer conhecemos. Esse foi, é e sempre será o espírito do Samu. Doar-se àqueles que não conhecemos.
Lembram, lá no início, que disse que nossa base foi a sexta a ser criada e que havia aproximadamente 14 ambulâncias na região metropolitana? Pois bem: nestes 14 anos, muita coisa mudou. Hoje o Samu Metropolitano do RS conta com mais de 100 bases espalhadas pelo estado e atende em torno de 9 milhões de pessoas (estes números podem variar), mas a grandeza do serviço só aumenta.
Parabéns pelos 14 anos a todos que fazem, fizeram e ainda farão parte deste serviço e desta grande família. Que venham mais 14 anos, mais 30 mil histórias e muitas vidas salvas!

Deixe seu comentário