Em tempos de crise no setor público, com municípios buscando cada vez mais parcerias privadas para cumprir seu papel, levantar uma obra do zero só com dinheiro público parece ousado. Mas é isso que a cidade de Eldorado do Sul pretende fazer. Com pouco mais de 40 mil habitantes, a cidade é a menos populosa entre os 12 maiores municípios da Região Metropolitana. Fato que não intimida a titular da pasta municipal da Saúde, Juliana Carvalho. Eleita como vereadora no pleito mais recente, ela se licenciou do cargo para assumir a secretaria, em razão da longa experiência e formação técnica na área da Saúde – Juliana dirigiu a secretaria em outros dois períodos. Foi a secretária Juliana quem, na semana passada, apresentou à Secretaria Estadual da Saúde (SES-RS) o projeto de construção de um hospital regional em Eldorado. O prédio, construído do zero, deve ter 40 leitos clínicos, cirúrgicos e de saúde mental. Com atendimento em especialidades, o local poderá receber pacientes de outras cidades encaminhados pelo gerenciamento do Estado, uma forma de obter verbas para que o hospital funcione (Fonte: diariogaucho.clicrbs.com.br).

O presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto, participou nesta segunda (14/03) de audiência pública na Câmara Municipal de Torres, no Rio Grande do Sul. A pauta teve o objetivo de discutir sobre a instalação de um Hospital Regional no Litoral Norte do estado. Participaram do debate diversas lideranças regionais, prefeitos, vereadores, secretários de saúde, deputados estaduais e federais. Para Pigatto, é necessário mobilização social para que a proposta esteja presente nos relatórios finais das Conferências Municipais de Saúde no estado, além da Conferência Estadual. “Nós acreditamos na mobilização da comunidade para fazer acontecer aquilo que é necessidade da população.
Precisamos de orçamento e planejamento junto aos Conselhos Municipais, Estadual, além de entidades sociais para que ampliemos a discussão. Esse assunto é de desenvolvimento regional (Fonte: conselho.saude.gov.br).

Acima dois exemplos de que a união da sociedade pode gerar bons frutos, no primeiro temos a iniciativa ousada da construção de um hospital regional pelo município de Eldorado, uma luta hercúlea quando pensamos nos custos que envolvem tal proposta. Para se ter ideia o hospital regional de Santa Maria inaugurado em 2018 custou 70 milhões. O segundo exemplo vem dos moradores do litoral norte, que com o ajuda de lideranças locais estão fomentando a construção de um grande hospital regional. Faz tempo que esta região deixou de ser apenas um balneário, passando a contar com indústrias e um comercio forte.

Estou encampando em toda a região do Vale do Caí além de cidades limítrofes a nossa região um longo debate público com toda sociedade para a construção de um grande hospital regional que atenda a demanda crescente de aproximadamente meio milhão de habitantes.

Assim como no filme “A corrente do bem” eu convido você leitor a juntar-se a mim nesta grande caminhada, e juntos fomentarmos a criação de um grande hospital público que atenda a demanda cada vez maior por saúde em nossa região.

Para concluir estarei me reunindo com Prefeito Gustavo Zanatta atual presidente da AMVARC (Associação dos Municípios do Vale do Caí) nesta semana para iniciarmos o debate.

Deixe seu comentário