De norte a Sul do País, a tangerina ganha nomes diferentes. Bergamota, ou vergamota, é a identificação da fruta cítrica principalmente em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, enquanto que em Curitiba, a capital paranaense, e em alguns outros poucos lugares é chamada de mimosa. Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, sobretudo nos estados de Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo, é conhecida como mexerica. Já entre os consumidores do Piauí e Maranhão, a tangerina ganhou o apelido de tanja (Fonte: revistagloborural.globo.com).

Quanto ao plantio: para maior desenvolvimento das árvores e da produção, escolha as áreas de plantio que mais se adequam à fruteira. No caso da tangerineira, certifique-se de que o plantio ocorra em solo profundo, permeável e com boa fertilidade. Deve ser pouco ácido, com pH entre 5 e 6, e contar com ampla reserva de nutrientes (Fonte: revistagloborural.globo.com).

Quanto à produção: o tempo para iniciar a colheita depende da variedade plantada. Em condições ideais de clima e solo, a tangerineira começa a produzir frutos para consumo, em média, a partir do segundo ano após o plantio e aumenta até o décimo ano, quando as árvores são consideradas adultas. Até os 20 anos, conta com boa produção, de cerca de 250 quilos de frutos por árvore. A safra é anual e, de acordo com a variedade, leva entre dois e quatro meses. As mais precoces são a tangerina-cravo, colhida entre março e abril, e a mexerica-do-rio, entre abril e maio. Em geral, no meio do ano colhe-se a ponkan e, em outubro, os frutos de tangor murcott estão maduros e prontos para o consumo (Fonte: revistagloborural.globo.com).

Caro leitor resolvi trazer hoje uma analogia do meu trabalho de quase um ano de mandato com uma fruta que nos identifica, nossa bergamota. Como podemos verificar acima uma fruta encontrada de Norte a Sul.

Tenho buscado ser uma ponte entre vários entes com propósitos em comum, o desenvolvimento de suas regiões. Em Santa Catarina Mirtha Zucco, ex- secretaria de Educação de Chapecó. São Paulo o Vereador Douglas Medeiros, que tem como bandeira principal o fortalecimento das famílias. Brasília o estimado Deputado Sanderson que tanto tem ajudado nossa amada Montenegro.

Venho desde 2015 fazendo um trabalho de ativismo político que agora começa a dar frutos. Minha chegada ao Legislativo Municipal foi resultado do que plantei no início desta caminhada. Assim como o plantio da bergamota tenho buscado mudas resistentes e solos férteis. A política não é um lugar amigável, o solo quase que sempre rejeita às boas mudas.

Fico feliz de já no primeiro ano de mandato de Vereadora poder colher muitos frutos. Foram respiradores, ambulância, medicamentos do kit intubação, ônibus escolar, duzentos mil reais para saúde. Ajudei a intermediar em Brasília a não permanência dos índios naquele local impróprio onde estavam.

Outro importante fato foi a vinda da Secretaria Nacional da Família a Montenegro. Levei o projeto dos startups Lucas e Leonardo Alex ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Ajudei a destravar juntamente com o Deputado Sanderson o projeto de captação de recursos para festa de São João via Lei Rounet.

Como a muda da nossa bergamota sofro as intempéries do tempo, severas em nossa cidade, mas com o apoio de vocês, logo, logo me recomponho.

Deixe seu comentário