Quando lancei meu primeiro livro, lá por 2013, participei da minha primeira Feira do Livro de Montenegro, a qual já estava na 11ª edição. Naquele ano expus “Lady Lake”, editado pela Dracaena. Porém, essa edição é diferente, e por diversos motivos além da pandemia. Já se foram oito anos desde aquela primeira feira, e, claro, sou hoje um escritor muito mais experiente e já participei de outros eventos, como a Bienal do Livro de São Paulo, por exemplo.

Nessa edição muito especial de 2021, a 19ª, participo com meus livros de fantasia de A Saga Draconiana. Diferente do primeiro livro, essa série de fantasia moderna é cheia de ação, aventura, suspense, emoção e muito, mas muitos super poderes e, claro, Dragões. Chego nessa feira muito mais maduro, muito mais experiente do que cheguei na minha primeira em 2013. E essa paciência de dar passos contínuos de evolução é que faz a diferença.

Não é raro hoje vermos pessoas iniciando projetos achando que o sucesso tem a obrigação de aparecer de uma hora para a outra. E, quando isso não acontece – e é claro que não vai acontecer – então essas pessoas desanimam e se deprimem. Não são raras também as vezes que elas jogam a culpa na vida e nos outros, ao invés do seu imediatismo, falta de comprometimento e persistência.

A vida próspera é feita de desafios, quedas e superação. O sucesso, como dizem, leva em média dez anos para acontecer da “noite para o dia”. Dez anos de intenso trabalho, dedicação e comprometimento com aquilo que você acredita. E, sério, poucos são os que se dedicam com esse empenho ao seu sonho.

Como já disse em algumas entrevistas, meu sonho de ser um escritor nasceu de um motivo bem torpe, em querer ir ao Programa do Jô Soares para ganhar uma caneca de café dele. E, decidindo ir lá como escritor (por na época, para mim, parecer mais fácil), acabei escrevendo meu primeiro livro e me apaixonando por isso. Desde então sei meu propósito e sei o que quero fazer pela humanidade.

E o sucesso veio no dia seguinte? Claro que não. Ele já chegou atualmente? Em parte. É importante, ao iniciarmos uma jornada, termo uma forma de medir nossas realizações. E, que fique bem claro, conseguir passar pelas etapas dessas realizações É Sucesso! Quando decidimos escrever e lançar um livro, ao fazermos isso, temos sucesso. Quando um leitor lê e gosta, temos sucesso. Quando o leitor indica, temos sucesso. Sucesso não é só franquia de filmes e livros em todas as livrarias. O sucesso está nos detalhes. Porém, que fique claro também, que ele só vem para quem respira seu sonho, quem vive seu sonho diariamente. E não me refiro a trabalhar só com isso, até porque no Brasil é quase impossível viver apenas de livros – quase – mas de que devemos ter o nosso sonho sempre à vista, o tempo todo.

Por isso tenha sempre e mente que a vida é feita de pequenos sucessos e que cada etapa traz a experiência necessária para buscar novos sucessos, cada vez maiores. E, então, em um dado momento, depois de muito tempo e esforço, você vai alcançar aquele sucesso enorme da noite para o dia. E muitas pessoas vão dizer que foi “sorte”. Sorte sua. Aproveite.

Deixe seu comentário