Nenhum trabalho científico conseguiu relacionar o uso de mochilas com o desenvolvimento de desvios da coluna. Porém, como na infância a coluna ainda possui muita cartilagem, acredita-se que o excesso de peso possa causar alguma deformidade vertebral que poderá ser, no futuro, uma causa de dor. Entretanto, pode causar uma alteração postural dolorosa ou dor muscular pelo uso incorreto ou excesso de peso.
Orlando Righesso Neto. FOTO: DIVULGAÇÃO/ SOCIEDADE BRASILEIRA DA COLUNA

Livros, cadernos, apostilas, enfim, carregar o material escolar faz parte da rotina de um estudante, mas é preciso ter cuidado para evitar que o peso ou a forma de levar a mochila prejudique sua saúde. O ortopedista especialista em cirurgia da coluna e presidente da comissão de campanhas da Sociedade Brasileira da Coluna, Orlando Righesso Neto, alerta sobre a importância em abordar o assunto no início do ano letivo. Ele sugere às escolas que organizem workshop e convidem um profissional da área para falar sobre o tema, além de demonstrar aos alunos o uso correto das mochilas. Em entrevista ao Ibiá, ele esclarece algumas dúvidas e, entre outras dicas, observa que o peso não deve ultrapassar 10% do peso do aluno.

 

O que levar em conta na hora de escolher a mochila escolar?
Deve-se considerar o modelo, o tamanho, o número de alças, se há regulagem das alças e observar o material de que é produzida a mochila. Existe basicamente a mochila de alças e a de rodinhas. Quanto ao material, mais leve e mais resistente é preferível.

Qual é o peso máximo que o aluno pode carregar na mochila para não prejudicar a coluna?
Aconselha-se a levar, no máximo, 10% do peso corporal.

 

Existe um tipo de mochila adequado?
O tipo ideal é o de rodinhas e a troley, porque evita o excesso de peso na coluna. A troley é uma mochila que pode ser levada nas costas, mas possui uma haste recolhível e rodinhas, podendo também ser arrastada.

Que tipo de problemas o uso inadequado da mochila pode causar?
Nenhum trabalho científico conseguiu relacionar o uso de mochilas com o desenvolvimento de desvios da coluna. Porém, como na infância a coluna ainda possui muita cartilagem, acredita-se que o excesso de peso possa causar alguma deformidade vertebral que poderá ser, no futuro, uma causa de dor. Entretanto, pode causar uma alteração postural dolorosa ou dor muscular pelo uso incorreto ou excesso de peso.

 

Em relação às alças, há forma mais adequada de regulá-las?
Sim. A mochila deve ser regulada para que sua parte superior fique na altura dos ombros e não na altura da cintura, como é usada muito frequentemente. Algumas possuem uma cinta anterior/abdominal que também auxilia no posicionamento correto da mochila.

Em relação às mochilas com rodinhas, é preciso algum cuidado ou elas são “inofensivas”?
São as mais indicadas, mas também exigem cuidado, principalmente com o comprimento da haste, para que a criança não fique curvada ao arrastá-la.

Compartilhar

Deixe seu comentário