Unidade passou a atender de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Foto: Divulgação Acom Montenegro

A Administração Municipal de Montenegro aderiu recentemente ao programa federal Saúde na Hora, mecanismo que tem como principal objetivo ampliar o acesso às ações e serviços da Atenção Básica de Saúde nas unidades de saúde com consultas médicas e odontológicas, aplicação de vacinas e pré-natal.
Neste momento, o Programa está implantado na Unidade de Saúde Familiar Centro, localizada na rua Ramiro Barcelos (antiga UBS Centro). Desde o dia 2 de março a Unidade passou a atender em novo horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. O atendimento é realizado por três equipes de Estratégia de Saúde da Família, que contam com clínico geral, equipe de enfermagem, odontologista e sala de vacinas. A farmácia, por enquanto, se mantém no horário das 7h às 18h30min.
O Programa Saúde na Hora, lançado em maio de 2019, pelo Ministério da Saúde, amplia os recursos mensais a municípios que estenderem o horário de funcionamento das Unidades de Saúde para o período da noite, além de permanecerem de portas abertas durante o horário de almoço. A Atenção Básica é a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), onde cerca de 80% dos problemas de saúde da população podem ser solucionados. Ampliar o atendimento nas Unidades de Saúde significa ampliar a oferta de serviços à comunidade.
A iniciativa visa ampliar o acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal. Os repasses mensais do Ministério da Saúde aos municípios que aderem podem até dobrar de valor, dependendo da disponibilidade de equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal, além da carga horária de atendimento das unidades, que pode variar entre 60h e 75h semanais. Atualmente, a maior parte das mais de 40 mil Unidades de Saúde da Família de todo o país funciona por 40h semanais.
Cada unidade participante da iniciativa deve ainda contar com um gerente da USF – profissional escolhido pelo gestor para administrar a unidade – e terá assegurado incentivo financeiro do Governo Federal para este gerente. Este profissional deve se dedicar exclusivamente ao gerenciamento, desenvolvendo atividades como planejamento, gestão e organização do processo de trabalho, coordenação e integração da USF com outros serviços de saúde.

Deixe seu comentário