Foto: arquivo pessoal Cíntia Freitas

Para quem é vegano, a maioria dos produtos de Páscoa disponíveis no mercado podem não ser assim tão interessante. Por priorizar uma alimentação livre de tudo que seja de origem animal, esse público esbarra na pouca oferta desse tipo de mercadoria no setor alimentício.

Foto: arquivo pessoal

Contudo, em Montenegro, segundo a culinarista Cíntia Freitas, muitas lojas de produtos naturais já possuem um nicho destinado ao público vegano. Em relação aos chocolates e guloseimas de Páscoa, de acordo com a profissional, existem pouquíssimos produtos industrializados direcionados a quem escolheu adotar esse estilo de vida.

“Há algumas feiras em Porto Alegre, de produtos artesanais veganos onde se encontra produtos para Páscoa. Os alimentos veganos não contêm nada que seja de origem animal, ou seja, os doces e chocolates terão apenas ingredientes de origem vegetal”, explica.

Isso significa que em um ovo de chocolate vegano, por exemplo, leite é retirado da receita. “Os estudos populacionais que comparam grupos veganos e não veganos com estilo de vida similar mostram que esses têm menor incidência de todas as doenças crônicas como dislipidemias (alteração dos lipídios no sangue), hipertensão e diabetes, cardiopatia isquêmica (infarto agudo do miocárdio), diversos tipos de câncer e obesidade”, destaca Cíntia.

Além disso, ela destaca que esse estilo de vida ajuda a manter pele, cabelos e unhas mais saudáveis, melhora o funcionamento do intestino e proporciona maior facilidade para perda e controle de peso.

Autora de dois livros de culinária saudável e vegetariana, Cíntia também explica que o vegetarianismo costuma ter classificações, enquanto o vaganismo é caracterizado pelo não consumo de qualquer produto que gere exploração e/ou sofrimento animal. “O vegetarianismo costuma ser classificado da seguinte forma: Ovolactovegetarianismo, que utiliza ovos, leite e laticínios na sua alimentação; lactovegetarianismo, utiliza leite e laticínios na sua alimentação e ovovegetarianismo: utiliza ovos na sua alimentação. Já o vegetarianismo estrito não utiliza nenhum produto de origem animal na sua alimentação”, conclui.

Receita de Trufa da Cíntia para a Páscoa
Ingredientes:
1 xícara de amêndoas;
3 colheres (sopa) de açúcar demerara;
2 colheres (sopa) de cacau em pó 100%;
2 colheres (sopa) de água;
2 colheres (sopa) de óleo de côco;
1/2 barra de chocolate amargo 70% cacau sem leite (70g);
Cacau em pó, coco ralado ou farinha de amendoim para decorar.

Foto: arquivo pessoal Cíntia Freitas

Modo de preparo:
Deixe as amêndoas de molho por 4 horas, descarte a água do molho e bata no liquidificador com 1 ½ xícara de água. Com o auxílio de um coador de pano de voil, separe a parte líquida da sólida. A parte sólida será usada na nossa receita, a parte líquida é o leite das amêndoas que você guardará para usar em outras receitas (deve ser guardado no refrigerador e consumido em até 4 dias).

Derreta em banho-maria o chocolate com o óleo de côco. Coloque o restante dos ingredientes no processador e derrame o chocolate derretido por cima. Bata no processador até ficar uma massa homogênea. A seguir, leve à geladeira por cerca de 2 horas.
Faça bolinhas e passe no cacau em pó, côco ralado ou na farinha amendoim.

Deixe seu comentário