Indo além da atividade física e possibilitando contato com a natureza, eles têm atraído cada vez mais adeptos

Em uma realidade de rotina agitada, cada vez mais a população das cidades não tem muito tempo para pensar em cuidados com a saúde, como frequentar academias ou realizar dietas regradas dia-a-dia. Em meio a isso, outra alternativa parece ter se tornado bastante comum entre os montenegrinos: os exercícios ao ar livre. Além de não apresentarem custo algum, quem tem práticas em locais abertos conta que os benefícios vão desde o bem-estar de ver o movimento até a incidência do ar puro.

Adriana Pereira também pratica exercícios físicos diariamente, tanto na academia quanto ao ar livre

A montenegrina Adriana Pereira de Andrade Costa, 48, é adepta às atividades ao ar livre. Ela conta que há cerca de dois anos tem o hábito de se exercitar tanto dentro, quanto fora da academia. “Em dia de semana eu faço academia, com musculação e zumba. Mas no fim de semana é muito melhor ao ar livre”, comenta. Adriana costuma ir ao Parque Centenário todos os fins de semana para praticar corridas, caminhadas e também aproveitar a academia aberta do local.

Ela afirma que realiza exercícios diários por gosto, mas também pela saúde, e que, apesar de gostar de praticar exercícios em um estabelecimento, a melhor opção sempre é tomar um ar. “Caminhar aqui no parque, por exemplo, é muito melhor do que na esteira da academia. Dá para ver gente, o movimento”, finaliza.

Reinaldo Moraes é aposentado e realiza atividades físicas diariamente no Parque Centenário

Reinaldo Moraes, 59, concorda com Adriana. Ele, por sua vez, não frequenta academia, mas, em compensação, todos os dias pontualmente às 16h30min, Moraes está presente no Parque realizando suas corridas e caminhadas alternadas. “Fico sempre uma hora e meia, mais ou menos, há mais de um ano. Eu me aposentei, queria ter algo para fazer. Ficar parado não faz bem”, salienta.

Vanessa Escobar pratica corridas e caminhadas e prefere o ar livre do que academias

Vanessa Escobar, 39, assim como Reinaldo, não faz nenhum tipo de exercício em academia, mas também se exercita diariamente. Tudo começou há dois anos quando começou a praticar exercícios para melhorar sua saúde, em seguida, Vanessa pegou gosto pela coisa. “Durante a semana eu faço exercícios perto de casa, como caminhadas, por exemplo. Nos fins de semana eu venho quase todos para o Parque. Ah, eu prefiro ao ar livre porque parece que o tempo passa mais rápido, dá para ver o movimento, tem um ventinho bom” explica.

Bruno Klaus gosta de academia, mas não troca atividades em locais abertos pelos lugares fechados

Bruno Abeche Klaus, 19, tem uma relação e tanto com atividades físicas. Além de jogar futebol toda semana, os exercícios físicos são diários. Ele conta que frequentava academia, mas decidiu parar. Para Klaus, realizar atividades ao ar livre é preferível. “Eu gosto de praticar exercícios tanto na academia quanto ao ar livre, mas ultimamente, a segunda opção tem sido melhor. Não sei, gosto de correr na rua, ver o movimento e respirar ar puro. É muito bom”, pontua. Ainda, Bruno explica que se exercita por gosto, saúde e por fazer parte do quartel.

Deixe seu comentário