Região acelerou a imunização da população nesta semana. Foto: Arquivo Jornal Ibiá

Desde o início da vacinação contra a Covid-19 na região (Vale do Caí mais Triunfo), na última terça-feira, 19, já foram vacinados 1.992 pessoas do primeiro grupo prioritário da campanha. São ao todo 116 pessoas a mais em relação a última atualização do painel de dados disponibilizado pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), no site www.vacina.saude.rs.gov.br.

Segundo o governo estadual, a região recebeu até o momento 4.126 doses, sendo que 48% já foram aplicadas. Nos 21 municípios foram vacinados 1.504 profissionais da saúde, 465 idosos e trabalhadores de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s), 28 indígenas e 9 pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências inclusivas.

O município de Montenegro já recebeu 1.506 doses das vacinas CoronaVac e Oxford/ AstraZeneca. Dessas, 721 já foram aplicadas em profissionais da saúde (555), ILPI’s (152) e indígenas (28). Pareci Novo, recebeu mais 10 doses, sendo ao todo 64 disponibilizadas pelo Estado. O Executivo já aplicou 48, sendo 27 em profissionais da saúde e 21 em ILPI.

Maratá recebeu 37 doses e já vacinou 17 pessoas, todos profissionais da saúde. Em Brochier, foram disponibilizadas 91 doses, e aplicadas 51 em profissionais da saúde (20) e ILPI (31). Em São José do Sul foram utilizadas 46 das 66 doses recebidas, sendo 27 em profissionais da saúde e 19 em ILPI.
Até essa quinta-feira, 28, o Rio Grande do Sul já contava com 122.890 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O Estado recebeu um total de 511.200 doses das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca. Foram distribuídas 286.320 doses, referente à 1° primeira aplicação.

Protocolo de aplicação da vacina tem mudança
A vacinação contra a Covid-19 segue ocorrendo entre os profissionais de saúde em Montenegro. Com a chegada de 700 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, fabricada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nessa terça-feira, 26, houve uma mudança no protocolo de aplicação nos profissionais que atuam em estabelecimentos de saúde como laboratórios, clínicas, funerárias, autônomos, entre outros.

Segundo a enfermeira responsável pelas imunizações no município, Nicole Ternes, para manter a organização e não causar aglomerações, a Secretaria de Saúde irá realizar o agendamento destes estabelecimentos. Para marcar a aplicação nas instituições, deve ser mandado um e-mail para [email protected] com a listagem de todos os funcionários do local, contendo o nome e número do CPF ou Cartão do SUS. Já no caso dos profissionais autônomos (cadastro individual) houve uma mudança. Eles serão atendidos por demanda espontânea, precisando ir até a Vigilância Sanitária, na rua Coronel Antônio Inácio, n° 90, para receber a imunização.

Entretanto a enfermeira ressalta que esse serviço não será disponibilizado agora. “Primeiro precisamos terminar a vacinação dentro dos hospitais”, diz. Ela ainda destaca que as doses recebidas até o momento não cobrem todos os profissionais das casas de saúde. Será necessária mais uma remessa para a imunização completa.

Deixe seu comentário