Lesões com mais de 15 dias para curar precisam ser examinadas. Foto: Pixabay

As aftas, além de causarem muita dor, costumam interferir na fala e na mastigação, devido ao incômodo gerado. As lesões arredondadas ou ovaladas, recobertas por uma membrana branco-amarelada e com uma mancha avermelhada em volta. Surgem, na maioria dos casos, na mucosa labial, bochecha e lateral da língua.

Por ser um problema comum, muitas pessoas acabam recorrendo aos remédios caseiros para aliviar a dor. Quem nunca tentou alguma solução mirabolante para se livrar do problema? Contudo, essas medidas devem ser evitadas.

O ortodontista e consultor de uma multinacional focada em cuidado bucal, Fábio Bibancos, alerta para o fato de automedicação pode agravar ou retardar o desaparecimento de aftas. Além disso, caso leve mais de 15 dias para curar, a lesão precisa ser examinada por cirurgião-dentista para um diagnóstico preciso.

O problema pode ser causado por fatores nutricionais, genéticos, distúrbios hormonais, desordens imunológicas, trauma local e até mesmo devido ao estresse. “Algumas pessoas são mais propensas a terem aftas do que outras, mas uma das principais causas é o trauma mecânico, por exemplo, uma mordida acidental da mucosa”, esclarece Babiancos.

O que é?
São lesões arredondadas ou ovaladas, recobertas por uma membrana branco-amarelada e com uma mancha avermelhada em volta. Surgem, na maioria dos casos, na mucosa labial, bochecha e lateral da língua.

Mitos e verdades
A afta pode ser causada por diversos motivos
Verdade. O problema pode ser causado por fatores nutricionais, genéticos, distúrbios hormonais, desordens imunológicas, trauma local e até mesmo devido ao estresse. “Algumas pessoas são mais propensas a terem aftas do que outras, mas uma das principais causas é o trauma mecânico, por exemplo, uma mordida acidental da mucosa”, esclarece Babiancos.

Receitas caseiras e automedicação podem solucionar o problema
Mito. Na maioria dos casos, o incômodo e a lesão demoram em torno de uma semana para desaparecer, sendo os primeiros dias os mais doloridos. O profissional explica que, o melhor é esperar a afta desaparecer. Existem algumas pomadas para auxiliar o processo de cicatrização. Porém, a automedicação nunca é recomendada. Aplicar sal, água oxigenada ou até o bicarbonato de sódio diretamente na lesão é uma péssima escolha.

Aftas podem se transformar em um tumor
Mito. “A afta não se transforma em câncer, porém, deve-se atentar para toda lesão bucal que permaneça por mais que 15 dias, procurando por um cirurgião-dentista para a investigar a lesão e dar um diagnóstico preciso”, comenta Babiancos.

Alimentos ácidos podem agravar o problema
Verdade. Uma vez que o problema já apareceu, alimentos ácidos podem aumentar o incômodo gerado. É bom evitar frutas e bebidas ácidas até a cicatrização. No entanto, se acabar consumindo algum destes alimentos, a recomendação é a pessoa fazer um bochecho com água logo após as refeições, pois isso ajuda a neutralizar o pH da saliva, evitando ainda mais a irritação da mucosa.

Afta é a mesma coisa que herpes
Mito. Enquanto a afta é uma lesão não infecciosa e não contagiosa, o herpes labial, por sua vez, é uma doença contagiosa e infecciosa, causado por um vírus e se caracteriza por lesões de pequenas bolhas.

Deixe seu comentário