SEDÃS, como o Virtus de R$ 85.410, e as station wagon são os preferidos

Seja pelo conforto, seja pelo preço ou pelo espaço interno; os modelos da Volkswagen aumentaram em 57% suas vendas para taxistas em 2018. Foram 12.221 unidades a esse segmento profissional no ano passado, em comparação com as 7.783 unidades em 2017. E a representante da marca em Montenegro seguiu na mesma direção, com crescimento de 43% de vendas a taxistas.

O gerente de vendas da Comauto, Tiago Aloísio Rambo, contabilizou cerca de 78 carros comercializados aos profissionais do transporte, de um total de 1.250 vendas da concessionária. Isso significa aumento de 43% sob as vendas de 2017. No roll de preferências estão os modelos sedãs (compactos e subcompactos) e os station wagon.

E se no Brasil o Virtus é o subcompacto mais vendido a este público, com 4.661 unidades vendidas, ele não poderia deixar de ser peça de desejo dos montenegrinos. Tiago assinala ainda que, além do Virtus, o compacto Voyage e a station wagon SpaceFox liberaram a procura dos profissionais.

PORTA-MALAS é um elemento fundamental para os profissionais “da praça”. Foto: Divulgação Volkswagen

Essa preferência tem muito a ver com as necessidades de trabalho, pois os modelos oferecem amplo porta-malas, além do óbvio conforto interno e das quatro portas. Inclusive o Virtus traz o atributo da grande distância entre eixos, que garante mais espaço para os passageiros no banco de trás.

A economia também é característica importante destes modelos, em que pese que os carros mais potentes da Volkswagen têm tecnologia que reduz o consumo de combustível e não deixa nada a dever aos médios. “Um motorista de Triunfo me contou que com seu Virtus faz 20 km por litro na rodovia”, ilustra o gerente.

Os três preferidos do Brasil
A série sedã já está presente em 23 aeroportos do Brasil, conquistando motoristas e passageiros pelo espaço interno, tamanho do porta-malas, alto desempenho e baixo consumo de combustível. E com a chegada do Virtus e do Voyage automáticos, aumentou a oferta no mercado, sendo que os taxistas são grandes consumidores desse tipo de veículo, justamente pelo porta-malas amplo.

A Volkswagen oferece ao taxista as melhores condições de pagamento e um vasto portfólio com muitos benefícios: fácil manutenção, melhor valor de revenda, mais produtividade com menor custo, ótimo espaço interno e muito mais. Tiago assinala que a Comauto Montenegro adota inclusive agilidade aos taxistas no atendimento na oficina, seja em conserto ou revisão periódica.

“Porque quanto mais tempo ficarem parados menos estarão faturando”, comentou, revelando a compreensão de que aquele automóvel é a ferramenta de trabalho do cliente. A Volks ainda garante preços competitivos em vendas e pós-vendas e 10% de desconto em peças e mão de obra. Tiago assinala ainda o benefício aos profissionais, inclusive a compra com alvará municipal, no qual recebe o desconto da fábrica.

Benefícios fiscais e isenções
Os clientes que se enquadram ao segmento de táxi com isenção têm direto usufruir:
• Isenção de IPI
• Isenção de ICMS
• Isenção de IPVA
* O requerente poderá solicitar o benefício aos órgãos competentes: Receita Federal / Receita Federal / Detran (IPVA) ou contratar o despachante documentalista para efetuar autorização dos benefícios.

Prazos estipulados pelo despachante:
• Isenção do IPI de 3 a 5 dias;
• Isenção do ICMS de 30 a 60 dias (depende do município de fabricação do veículo).

Resultado nacional
O Virtus, com 4.661 unidades, o Voyage, com 4.387 unidades, e o SpaceFox, com 1.391 unidades, foram os modelos Volkswagen mais vendidos para o segmento de taxistas em 2018. Em seguida, o Fox e o Novo Gol também ocupam posições de destaque no ranking.

Deixe seu comentário