foto: Volks/Divulgação

Parachoques 84 milímetros mais compridos, conectividade avançada via tela do celular, volante moderninho como o do Golf, painel “repaginado”, novos equipamentos, lista mais enxuta de versões e preços um pouco mais altos. Na linha 2018, o Up deixou de ser o carro de entrada da Volkswagen — o posto ficou com o Gol — para tornar-se uma opção intermediária entre os compactos que disputam o mercado nacional. O apelo jovem se acentuou com as alterações no design.

Em termos mecânicos, o veículo não sofreu modificações. Mas o quesito tecnologia teve importantes progressos. A Volks incorporou em algumas versões os faróis de neblina com luz de conversão estática (cornering light), além de sensores de chuva e de luminosidade. Clientes atentos à conectividade — e não devem ser poucos, já que o Up é pensado para o público mais jovem — terão como central multimídia a tela do celular. Basta baixar o aplicativo Maps+More para controlar as principais funções.

Celular se transforma na multimídia, mas sistema é opcional em todos

Segundo Regis Narazaki, gerente de marketing do produto, os mapas usados pelo sistema são da Tom-Tom, que figura entre as mais eficientes do mundo. “Você os baixa uma vez e, depois disso, não precisa mais de conexão com internet para visualizá-los. Com isso, não corre o risco de não funcionar em algum lugar mais remoto que se vá”, salienta. Outra vantagem citada por ele é a facilidade de uso do Composition Phone. Ao buscar um contato na agenda do celular, basta você “rabiscar” com o dedo as letras iniciais que o sistema localiza rapidamente.

Convidado para o evento de apresentação do carro em Porto Alegre, na última semana, o Ibiá Motores teve contato com as versões Connect, Cross, Move e Take. A primeira impressão do interior do veículo é de uma boa evolução, apesar do excesso de elementos plásticos. Ainda assim, o aspecto melhorou com a inserção de um material que imita fibra de carbono. Visualmente, porém, o painel do Gol é bem mais bonito.

A linha 2018 perdeu a versão de entrada de duas portas, de modo que a configuração mais básica agora é a Take, que custa R$ 37.990,00 e oferece apenas como opcionais itens como ar-condicionado, direção elétrica e travamento elétrico dos vidros e portas. Mas aí a conta aumenta R$ 5.250,00.

A versão Move pode ser equipada com motor aspirado (R$ 48.290,00 ou R$ 50.668,00 se com câmbio automatizado) ou ainda motor turbo 1.0 turbo (R$ 52.790). Já a configuração High Up custa a partir de R$ 57.100,00, valor que pode chegar a R$ 59.330,00 se você acrescentar bancos em “couro sintético” e o Composition Phone, sistema que transforma o smartphone em central multimídia. A série especial de lançamento, Move Up Connect, sai por R$ 54.990,00. O Cross parte de R$ 55.600,00 e continua “aventureiro” apenas no design.

A versão Speed não permanece na linha 2018, o que reforça a hipótese de a Volks lançar no Brasil a versão GT, mas a VW não confirma.

Em Montenegro, um dos “carros-chefe”
O Ibiá Motores teve um rápido bate-papo com Tiago Rambo, gerente comercial da concessionária Volkswagen Comauto, em Montenegro. Ele está bastante otimista com o lançamento da linha 2018, mesmo com o reajuste da tabela de preços. Confira:

— Qual a expectativa da Comauto em relação ao Up 2018?
Expectativas a mil, pois o up! desde seu lançamento tem sido um de nossos “carros-chefe”, tanto em volume de vendas quanto em notas de satisfação dos clientes compradores. Na versão 2018 foram acrescentados alguns itens que os clientes pediam, como volante multifuncional, sistema de multimídia, luzes de leitura interna e no porta-malas. Os novos traços no design agora tornam o veículo ainda mais atrativo e bonitão para seu público super fiel. Não temos dúvida que continuará sendo um sucesso total de vendas, visto que ele é um dos veículos mais vendidos em nossa região, no quadro geral.

— No Vale do Caí, qual o perfil do público desse carro?
São diversos perfis de cliente que optam pelo up! hoje em dia em função do excelente trabalho de ‘boca a boca’ que os próprios clientes que compram o carro fazem do veículo. O up! é aquele carro para um consumidor com a mente aberta, que busca facilidade, mobilidade, economia, desempenho e que preza pela satisfação de dirigir. É um carro que tem rompido barreiras, pois já tivemos diversas situações em que o cliente deixava claro que não tinha interesse no carro. Porém, depois de uma boa conversa mostrando os pontos positivos e uma volta de teste-drive, pronto: já virava paixão com o carro novo.

— Quais são os pontos fortes do modelo?
Economia, desempenho, tecnologia, segurança e um excelente valor de revenda.

— Quantas unidades do Up foram vendidas ao longo do ano passado?
Em 2016 foram vendidos na Comauto 170 veículos up! zero quilômetro. E desde o seu lançamento, em 2014, já somam mais de 500 unidades do modelo vendidas pela Comauto para toda a região.

— Quanto ele estará disponível na Comauto?
Já temos o veículo na concessionária para test-drive.

Deixe seu comentário