Bolt EV é um dos onze lançamentos da Chevrolet previstos para este ano no Brasil. Foto: Assessoria GM brasil

Economia. Autonomia do Bolt EV é a maior entre os 100% elétricos em sua faixa de preço

Outubro é o mês previsto para o início das vendas do GM Bolt EV, o primeiro carro elétrico da marca no Brasil. O modelo é abastecimento 100% com energia limpa, tendo preço de partida previsto em R$ 175 mil na versão Premier, a mais tecnológica e sofisticada da gama. A estratégia comercial, que inclui a data do início das entregas do produto aos consumidores, por exemplo, está em fase final de definição.

O modelo surpreende pela autonomia por carga de bateria no comparativo com sua faixa de preço, transpondo inclusive elétricos de categoria superior. Ele é capaz de rodar 383 quilômetros com uma carga pelo padrão norte-americano. O modelo ainda conta com sistema regenerativo, que aproveita a energia dissipada em frenagens e desacelerações para ampliar sua autonomia.

A recarga das baterias é feita em tomadas e há opções que combinam com diferentes necessidades de deslocamento do usuário. No caso de um carregador semirrápido, uma hora garante 40 km de autonomia. Já em carregadores rápidos, encontrados em eletropostos, bastam 30 minutos para transitar mais 145 km. Neste cenário é preciso considerar que o brasileiro roda, em média, 40 km em seus deslocamentos diários.

Além de mais limpa, a energia elétrica gera economia para o motorista do Bolt EV. Hoje, o custo estimado por quilômetro rodado do elétrico da Chevrolet é cerca de quatro vezes inferior ao de um modelo – do mesmo porte – movido a gasolina. O Bolt EV ainda oferece 203cv de potência com um alto torque de 36,7 kgfm disponíveis de maneira imediata. A preocupação com desempenho acaba quando se sabe que a arrancada de 0 a 100 km/h pode ser feita em tempo resposta de 6,5 segundos.

Deixe seu comentário