ônibus híbrido tem motores elétrico e de combustão juntos, mas só o elétrico o move. Foto: Luiz Molledo/Eletra

Transporte coletivo já é sinal de preservação ao retirar inúmeros carros particulares das ruas. E agora, um novo conceito de ônibus, que reúne as tecnologias elétricas total e híbrida, está sendo fabricado no Brasil. A empresa Eletra é pioneira no desenvolvimento e produção desta linha, tendo como modelo de entrada o Dual Bus, que já roda na Grande São Paulo.

 O veículo é considerado a melhor proposta tecnológica para o transporte urbano por poder circular em diferentes configurações: híbrido, trólebus e híbrido ou elétrico puro. O modelo paulista possui 13,2 metros de comprimento e capacidade para transportar 82 passageiros.
 O híbrido funciona com um motor elétrico, desenvolvido pela WEG, e gerador formado por um motor diesel Mercedes-Benz. O veículo é movido por um avançado conjunto de 193 baterias de lítio, ligadas em série sobre a capota.

Se conectado à rede aérea, como trólebus, não emite nenhum tipo de gás poluente. O mesmo modelo pode operar sem depender da rede aérea, quando for selecionado o modo elétrico-híbrido. Neste modo, o funcionamento do motor gerador a diesel ou biodiesel alimenta o motor elétrico.

Deixe seu comentário