MODELO mais vendido do País desde 2015, o Onix é o carro-chefe do complexo da GM em Gravataí. Foto: GM/Divulgação

Em meio à crise econômica por que passa o Brasil, principalmente o Rio Grande do Sul, vem de Gravataí um movimento que demonstra a gradativa recuperação do mercado automotivo. Responsável por produzir o Onix, carro mais vendido do País nos últimos três anos, a GM Mercosul retomou as atividades do terceiro turno de produção nesta semana, o que levou à contratação de 700 trabalhadores diretos e de mais 800 indiretos em todo o complexo.

Em comunicado à imprensa, a empresa afirma que essa decisão visa atender à crescente demanda pelos modelos Onix e Prisma, fabricados no Estado e exportados para a América do Sul. “O complexo de Gravataí é a principal e mais moderna planta da GM na América do Sul, respondendo por cerca de 50% das vendas e 60% da produção. O Onix há 26 meses é o carro preferido dos brasileiros e o Prisma é o mais vendido entre os sedans”, enaltece Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul.

Em agosto, a empresa anunciou investimentos na ordem de R$ 1,4 bilhão para a unidade de Gravataí. O objetivo é “fortalecer o negócio da GM mediante o desenvolvimento de novas tecnologias e introdução de conceitos inovadores de manufatura para a produção de novos veículos, além daqueles já produzidos na fábrica”.

Deixe seu comentário