Versões esportiva e luxo do modelo estão entre as de maior sucesso da GM no mundo. Foto: Assessoria imprensa GM Brasil

Novinho. Série RS tem acabamento esportivo e Midnight é um veículo Premium

A classificação dos automóveis por tipo de carroceria está diretamente relacionada às necessidades de diferentes perfis de clientes. E neste universo de preferências existem dois bem peculiares: os apreciadores de hatches e sedãs médios. Além de conforto e tecnologia, priorizam o “prazer de dirigir”. Neste quesito, o Chevrolet Cruze turbo é referência e dá um passo extra com duas novas versões que evidenciam as principais virtudes do produto. Trazem evoluções em relação a acabamento, equipamento e software.

A primeira novidade é o Cruze RS. O modelo ganha customização que acentua o caráter arrojado do hatch. Outra mudança está na nova calibração do conjunto mecânico, que aprimorou a qualidade em situações cotidianas, com suspensão e direção própria da configuração Sport 6. Olhando de frente, nota-se uma sutil mudança de caráter, proporcionada pelo conjunto mais imponente formado pela grade com detalhes em cromo escurecido, a gravata Chevrolet com fundo preto e os faróis com LED e máscara negra.

Já o conceito Midnight é novidade na linha Cruze, e chega para ampliar o leque de opções do sedã. Apesar de ser mais acessível que as versões topo de linha LTZ e Premier, carrega a essência de um veículo premium em relação a estilo, tecnologia e prestígio.

E o modelo revoluciona a própria versão Midnight da General Motors conhecida no mundo todo. Além do tradicional preto Ouro Negro, o cliente sugeriu – e terá – mais opções de cores metálicas: Azul Eclipse e o Cinza Satin Steel.  Aliás, a própria série Midnight nasceu inspirada em tendências de customizações feitas por clientes nas ruas.

A nova versão, apesar do estilo luxuoso, que desfila com elegência, traz o consagrado motor de 153 cavalos. O propulsor 1.4 turbo e a transmissão automática inteligente de seis marchas de última geração são padrão em toda família Cruze.

Deixe seu comentário